Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Castelo Branco quer certificar Viola Beiroa

Autarquia admite avançar com uma candidatura a Património Imaterial da Unesco.
Ana Maria Ribeiro 8 de Abril de 2018 às 09:56
Viola Beiroa
Viola Beiroa FOTO: Sérgio Lemos
A Câmara Municipal de Castelo Branco pediu a certificação da Viola Beiroa e fonte da autarquia não descarta a possibilidade de avançar com uma candidatura a Património Imaterial da Unesco.

"É algo que está pensado, mas para já não há formalização", diz a fonte. A acontecer, porém, não será uma candidatura isolada, mas sim dentro de um grupo, já que a Viola Beiroa é da família das violas de arame portuguesesas, como a Viola Braguesa, a Viola Amarantina, a Viola Campaniça, a Viola de Arame da Madeira e a Viola da Terra dos Açores.

"A especificidade da Beiroa é que tem duas cordas mais pequenas que são tocadas, apenas, com a mão direita", explica o musicólogo Miguel Carvalhinho, que está a revitalizar este instrumento há cinco anos e é responsável pela abertura de uma oficina que já produziu "cerca de 30 destes instrumentos".

"Há cinco anos, a Viola Beiroa era tocada por uma pessoa ou duas, agora há muito mais, e este movimento de revitalização das violas de arame está a envolver o País inteiro", adianta o especialista. "Por isso, a haver uma candidatura, terá de ser conjunta. E porque não? É um instrumento popular que tem muito interesse e merece ser visto e ouvido", conclui.

PORMENORES
Caretos são candidatos
Os Caretos de Podence, Macedo de Cavaleiros, são os mais recentes candidatos lusos a Património Imaterial da Humanidade. A candidatura foi formalizada no final do mês passado, mas o desejo de integrar a lista tinha mais de um ano.

Representar a comunidade
Segundo o musicólogo Rui Vieira Nery, "para efeitos de candidatura a Património Imaterial é preciso fazer uma inscrição na lista representativa e provar que se trata de uma prática artística que tem uma função comunitária, ou seja, que a comunidade se reconhece nela".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)