Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Como nasce o 'Primavera'

É pensado ao longo de um ano e montado em menos de um mês. O festival já é uma referência nacional e internacional.
Miguel Azevedo 31 de Maio de 2015 às 18:05
Todas as  estruturas são pensadas para estarem em harmonia com o parque
Todas as estruturas são pensadas para estarem em harmonia com o parque FOTO: Luís Vieira

Montada numa área de cinco hectares, cada edição do Festival NOS Primavera Sound começa a ser pensada um ano antes. "Mal termina uma edição começamos logo a pensar na próxima, no que correu menos bem e no que há a melhorar", explica José Barreiro, da produção. Os palcos (quatro) começam a ser montados três semanas antes da abertura das portas. Este ano, o palco principal é mais robusto, tem 40 metros de largura, 20 de profundidade e capacidade para suportar 25 toneladas de peso, mas todos os palcos, ao nível da estrutura e do tamanho, são pensados "para se relacionarem da melhor forma com o cenário e enquadramento paisagístico", garante aquele responsável. O palco Pitchfork, por exemplo, é uma tenda com 65 metros de comprimento.

Também o sistema de som é adequado ao espaço e instalado apenas depois de um estudo de propagação de som, por forma a não afetar as vizinhanças. Ao nível do saneamento e higiene e, além dos WC móveis típicos nos festivais, o evento conta também com duas grandes áreas de casas de banho ligadas à rede pública e com uma equipa de limpeza em ação permanente.

Conhecido como um festival de pormenores, o evento volta a apostar nas tasquinhas da cidade e em cozinhas elaboradas e topo de gama.

Festival NOS Primavera Sound José Barreiro questões sociais artes cultura e entretenimento festival música
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)