Manuela Couto viaja no tempo em Lisboa

Fernando Gomes dirige comédia de portas, passada entre 1998, 2018 e 2038, em cena no Casino Lisboa.
Por Ana Maria Ribeiro|16.04.18
O dramaturgo britânico Alan Ayckbourn escreveu a peça em 1994, a Comuna levou-a à cena três anos depois (com o título ‘Portas Comunicantes’) e agora a UAU volta a montá-la, no Auditório dos Oceanos, mas chama-lhe ‘Suite 647’.

O espetáculo, acabado de estrear no Casino Lisboa, é uma comédia de portas - com um entra e sai permanente de personagens, mas aqui com uma nuance inesperada: entra--se e sai-se em anos diferentes, numa viagem no tempo que oscila entre 1998, 2018 e 2038.

Fernando Gomes, que dirige o espetáculo, admite que é um texto exigente, que implicou uma "marcação muito rigorosa", mas não tem palavras para o ambiente gerado pelo elenco. "Os atores foram incríveis, dedicaram-se completamente ao projeto e como são pessoas fantásticas criou-se um clima de animação e cumplicidade", diz o encenador, que espera contagiar o público com a roda-viva de surpresas e alegria.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!