Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Portugal luta por 2 Óscares

"É um duro caminho. Há que trabalhar para levar o filme o mais longe possível. Pode ser um triunfo, o que seria muito bom. Primeiro, para o Miguel [Gonçalves Mendes, o realizador], depois, para o cinema português." Feliz, Pilar del Río falou ontem com o CM assim que soube que o documentário ‘José e Pilar’ era a escolha do júri nacional para representar Portugal na próxima edição dos Óscares.
10 de Setembro de 2011 às 00:30
Documentário segue vida de Saramago e Pilar entre 2006 e 2008
Documentário segue vida de Saramago e Pilar entre 2006 e 2008 FOTO: direitos reservados

Acabada de chegar de Itália, onde esteve a promover o filme que segue a vida quotidiana do Nobel da Literatura no festival de cinema de Mântua, Pilar del Río gostou do reconhecimento e da hipótese de a obra poder chegar aos cinco finalistas que disputarão a estatueta dourada de Melhor Filme em Língua Estrangeira. Contudo, este não é o único objectivo: ao CM, o realizador Miguel Gonçalves Mendes explicou que se pretende levar também ‘José e Pilar' aos finalistas do Óscar de Melhor Documentário.

"Este não é um fim, é um começo. Vamos lutar tudo por tudo para ir longe! No fundo, é o culminar de um processo de quatro anos de trabalho", diz o cineasta, que não esquece o "capital de prestígio que tem catapultado a obra" não só em Portugal, como em Espanha, França, Brasil e, em breve, nos EUA, Canadá e México.

A escolha da comissão de representantes do sector, previamente submetida à aprovação da Academia Americana de Artes e Ciências Cinematográficas foi divulgada ontem pelo Instituto do Cinema e do Audiovisual. A cerimónia dos Óscares será a 26 de Fevereiro, e terá Eddie Murphy como apresentador. Os nomeados são anunciados cerca de um mês antes.

SARAMAGO FILME ÓSCAR HOLLYWOOD PILAR
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)