Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Trabalho de português vence Óscar

Pintor lusitano integrou equipa do 'Grand Budapeste Hotel'.
T.L.P. 23 de Fevereiro de 2015 às 09:18
Gonçalo Jordão trabalhou sobretudo nas pinturas dos murais com paisagens da Bavária para o lobby do hotel
Gonçalo Jordão trabalhou sobretudo nas pinturas dos murais com paisagens da Bavária para o lobby do hotel FOTO: D.R.

Gonçalo Jordão, pintor português de 41 anos, trabalhou numa das equipas condecoradas com um Óscar durante a madrugada desta segunda-feira, nos Estados Unidos.

O português, especialista em pintura decorativa, esteve envolvido na equipa que venceu o Óscar de melhor cenografia com o filme 'Grand Budapeste Hotel'. Anna Pinnock, que arrecadou a estatueta pelo design decorativo do filme de Wes Anderson, trabalhou com a 'Afterwall', a empresa fundada pelo português Gonçalo Jordão.
























Pintor congratulou-se com a nomeação do filme ao prémio na página pessoal do Facebook

"Trabalhar com o Wes Anderson e com o Adam [Adam Stockhausen, diretor artístico] foi gratificante, primeiro porque falávamos a mesma linguagem e depois porque o trabalho foi ficando a cada dia mais detalhado. São pessoas que dedicam muito tempo ao pormenor de cada coisa, cada sombra, cada traço cada intensidade de luz", frisou o pintor português.

Pintou lobby do hotel

Gonçalo Jordão trabalhou sobretudo nas pinturas dos murais com paisagens da Bavária para o lobby do hotel. O filme, que conta com nomes sonantes como Jude Law, Ralph Fiennes, Adrien Brody, Bill Murray ou Tilda Swinton, foi gravado nos estúdios Babelsberg, na Alemanha.

O pintor português já tinha trabalhado nos cenários do filme 'A Bela e o Monstro' ('The Beauty and the Beast') e ainda no filme 'O Quinto Poder', sobre Julian Assange.

Gonçalo Jordão pintor português vence Óscar cenografia Grand Budapeste Hotel Estados Unidos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)