As reações dos fãs e amigos à morte de Zé Pedro

Guitarrista da famosa banda rock morreu ao 61 anos.
30.11.17
Zé Pedro, guitarrista dos 'Xutos & Pontapés', morreu esta quinta-feira vítima de doença prolongada. O músico e fundador da banda de rock portuguesa tinha 61 anos. Morreu em casa, em Lisboa. 

As reações à morte do músico já começaram a surgir nas redes sociais.

'Xutos & Pontapés' partilham imagem do guitarrista
Os 'Xutos & Pontapés' partilharam na página oficial do Facebook da banda uma fotografia do músico com a legenda: "Queridos Amigos, o nosso Zé Pedro deixou-nos hoje. Foi em Paz", lê-se na publicação do grupo nas redes sociais.




Presidente da República lamenta morte de um guerreiro "da vontade de viver"
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou esta quinta-feira o seu pesar pela morte do guitarrista dos Xutos & Pontapés, Zé Pedro, que classificou como um "guerreiro da alegria" e "da vontade de viver".

"Era um guerreiro da alegria, da vontade de viver, de superar dificuldades, de nunca desistir. Chegou cedo demais o descanso deste guerreiro, que certamente não será esquecido por tantos e tantos amigos que deixou", escreveu o chefe de Estado, numa mensagem colocada no 'site' da Presidência da República.

Depois de manifestar o seu pesar a "toda a família e amigos do Zé Pedro", lembrando que o músico "era assim afetuosamente tratado por todos os portugueses", Marcelo recorda que "os seus primeiros passos na música coincidiram com o despertar do país para o movimento punk, tendo mais tarde fundado uma das maiores bandas de rock de Portugal, e sobretudo uma das que mais tempo sobreviveu e acompanhou várias gerações".

"Personificou como poucos o carisma e a elegância do rock", diz António Costa
O primeiro-ministro, António Costa, lamentou esta quinta-feira a morte do guitarrista dos Xutos & Pontapés Zé Pedro, de 61 anos, considerando que personificou como poucos, para várias gerações de portugueses, "o carisma e a elegância do rock".

"O Zé Pedro partiu. Para gerações e gerações de portugueses, ele personificou o carisma e a elegância do rock como poucos", escreveu o líder do executivo português, numa mensagem divulgada pela rede social "Twitter".

António Costa acrescenta que todos poderão "continuar a ouvir o som da guitarra que nos deixou".

"Mas nunca mais veremos o seu sorriso encantador. Os meus sentimentos aos familiares e amigos", refere o primeiro-ministro na sua mensagem.

Rita Guerra partilha imagem do músico
A cantora Rita Guerra partilhou uma fotografia do guitarrista onde dedica umas palavras ao músico.



Aurea homenageia artista

Dia triste.. até sempre Zé Pedro

Uma publicação partilhada por AUREA (@aureamusica) a


Carolina Deslandes partilhou imagem do músico

RIP ? " e quando as nuvens se abrirem, vais ver o sol brilhará "

Uma publicação partilhada por Blossom (@carolinadeslandes) a


Ana Bacalhau agradece ao guitarrista



David Fonseca recorda a boa disposição do guitarrista

Raquel Tavares despede-se do colega de profissão

Grande. Muito grande. Até já Zé Pedro.

Uma publicação partilhada por Raquel Tavares (@raqueltavaresofficial) a


Mickael Carreira despede-se do músico

Até sempre

Uma publicação partilhada por Mickael Carreira (@mickaelcarreira) a


Karetus partilham imagem do guitarrista

"Mas sempre, para sempre" RIP Zé Pedro, Xutos e Pontapés

Uma publicação partilhada por Karetus (@karetus) a


ÁTOA partilham fotografia do fundador dos Xutos & Pontapés

Obrigado, grande mestre. Rock in Peace

Uma publicação partilhada por ÁTOA (@atoa.oficial) a


Paulo Vintém diz que o guitarrista é uma 'referência'

Obrigado por seres uma referência. És Grande!!!

Uma publicação partilhada por paulo_vintem (@paulo_vintem) a




Benfica refere-se ao músico como "sendo um dos nossos"
Tânia Ribas de Oliveira partilhou imagem com o guitarrista

"A partida do Zé Pedro deixa um vazio irreparável", diz Jorge Sampaio
O ex-Presidente da República Jorge Sampaio, num depoimento enviado à agência Lusa, faz a história da sua relação com os Xutos & Pontapés, e afirma que "a partida do Zé Pedro deixa um vazio irreparável".

"A partida do Zé Pedro deixa um vazio irreparável, mas quero crer também que a força da Banda vencerá mais esta prova. Hoje, quero apenas prestar a minha sincera homenagem ao Zé Pedro e manifestar toda a minha solidariedade para com a família próxima e a alargada, a dos Xutos que é, afinal, um pouco também, a de nós todos", afirma Jorge Sampaio, que assinou o prefácio do álbum "Aqui Xutos & Pontapés, 35 anos", de Rolando Rebelo, editado em 2014.

"Há uns largos meses atrás tive o gosto de falar com o Zé Pedro por telefone, para o desafiar a participar num concerto solidário em prol do projeto humanitário de apoio a estudantes sírios. Não foi surpresa a sua imediata adesão à causa, antes confirmou o que sempre soube e tive por certo, que os Xutos são diferentes, únicos e incontornáveis", recorda Jorge Sampaio.


António Manuel Ribeiro recorda amizade "que durou uma vida"
O músico António Manuel Ribeiro, líder dos UHF, recordou o guitarrista Zé Pedro, que morreu esta quinta-feira e com quem teve uma amizade que "durou uma vida", como um dos seus heróis.

António Manuel Ribeiro, em declarações à agência Lusa, lembrou que Zé Pedro foi uma das pessoas com quem os UHF começaram a tocar, em 1979, quando os Xutos & Pontapés apareceram. "Toda aquela aprendizagem, aquela descoberta, querermos subir a um palco e não termos aparelhagem, não haver condições, tudo isso cimentou toda esta amizade que durou muito tempo, durou uma vida. O que eu sinto agora é que há uma parte de mim que se vai embora", afirmou o músico, que classificou Zé Pedro como um dos seus heróis.

"Nessa altura Vila Viçosa não tinha hotéis, só uma pensão. Tinha ido uma comitiva num autocarro, umas 40 ou 50 pessoas, e quando lá chegámos não havia quartos para toda a gente. Resolvemos meter as mulheres e namoradas a dormir nos quartos possíveis e eu, o Zé Pedro e mais uns quantos passámos a noite a passear em Vila Viçosa. São aquelas coisas curiosas da vida. É a primeira grande aventura que tenho com ele, passámos a noite a andar. Nem um bar havia aberto", recordou.

Câmara de Lisboa destaca percurso "intimamente ligado" à cidade
A Câmara Municipal de Lisboa (CML) lamentou esta quinta-feira a morte do guitarrista Zé Pedro, destacando um percurso de vida "intimamente ligado" à cidade, onde nasceu e viveu.

"Lisboa lamenta a morte de Zé Pedro, guitarrista dos Xutos e Pontapés, e destaca a sua longa carreira e ligação à cidade. O percurso de Zé Pedro, e da banda de que foi um dos fundadores, está intimamente ligado a Lisboa e a espaços tão marcantes para a afirmação do rock português como o Rock Rendez-Vous e o Johnny Guitar", refere a autarquia, num comunicado esta quinta-feira divulgado.


Adolfo Luxúria Canibal recorda "pessoa de uma bondade extrema"
O músico e vocalista dos Mão Morta, Adolfo Luxúria Canibal, classificou esta quinta-feira o guitarrista dos Xutos & Pontapés, Zé Pedro, como "uma pessoa de uma bondade extrema", que nunca se traiu a si próprio.

Em declarações à Lusa, Adolfo Luxúria Canibal declarou que Zé Pedro "era uma figura da música portuguesa, um exemplo".

"O seu percurso com os Xutos, a forma como criou os Xutos, a forma como lutou para que os Xutos tivessem um nome e a forma como, depois de os Xutos se tornarem numa referência da música moderna portuguesa, do rock em Portugal, a forma como lidou bem com a fama sem nunca se trair a si próprio", destacou o músico.

O vocalista realçou que Zé Pedro "era uma autêntica enciclopédia" do rock e "uma pessoa de uma bondade extrema".

"Nunca o ouvi desejar mal a ninguém e [estava] sempre pronto a ajudar. Nesse sentido era muito particular. O Zé Pedro era o Zé Pedro", disse.

Ministro da Cultura realça contributo para êxito dos Xutos & Pontapés
O músico Zé Pedro, dos Xutos e Pontapés, esta quinta-feira falecido, "contribuiu de forma decisiva e inovadora para o sucesso continuado de uma das mais prestigiadas bandas rock nacionais", afirma o ministro da Cultura, em comunicado.

Luís Filipe de Castro Mendes "lamenta profundamente a morte do músico Zé Pedro", guitarrista e fundador dos Xutos e Pontapés, que "contribuiu de forma decisiva e inovadora para a história da música eletrónica em Portugal e para o sucesso continuado de uma das mais prestigiadas bandas rock nacionais".

"O seu entusiasmo, carisma e empatia deixaram uma marca indelével no panorama musical português, com músicas que acompanharam várias gerações, que o admiram com reconhecida ternura", afirma Castro Mendes.

"Dotado de um sentido musical notável, a música foi o seu sonho desde cedo e com ela conseguiu transformar o universo do rock português, a par da vida de muitos milhares de pessoas", afirma Castro Mendes, que traça o percurso do guitarrista "desde os ensaios na garagem de casa do seu avô, ainda adolescente, até aos dias de hoje, em grandes palcos portugueses e estrangeiros".

Zé Pedro "teve uma vida intensa e uma brilhante carreira ao longo de quatro décadas".


Catarina Martins partilhou imagem do músico nas redes cosiais



Marisa Matias prestou uma homenagem ao músico


Filomena Cautela dedicou umas palavras ao artista
A apresentadora partilhou uma imagem de Zé Pedro com a legenda: "Zé, deixas tanta alegria a tanta gente. Não sei já o que dizer e já não se aguenta nada disto. Eterno hombre, e mais uma vez, como se vai para o ar com o 5 hoje? Não sei.. Mas vamos lembrar-te, hoje, sempre, porra. Até logo"

Eduardo Madeira partilhou imagem do guitarrista

Descansa em paz senhor rock. RIP Mister Johnny Guitar. Descansa grande Zé Pedro.

Uma publicação partilhada por Eduardo Madeira (@eduardo.madeira8) a


Maria Rueff agradece ao músico pela sua qualidade

Bruno Nogueira partilha fotografia do guitarrista

Um doce de homem, um talento incrível. Foi cedo demais. Boa viagem, Zé Pedro.

Uma publicação partilhada por Bruno Nogueira (@corpodormente) a


Nilton homenageia o amigo

Manuel Marques homenageou o artista

Até Sempre Grande Zé Pedro #xutosepontapes

Uma publicação partilhada por Manuel Marques (@manuel_marques_oficial) a


Gisela João agradece ao músico


João Gil refere que guitarrista será para sempre recordado

Ricardo Carriço presta homenagem ao guitarrista
O ator, Ricardo Carriço, partilhou uma imagem do músico com a legenda: "Até sempre Zé Pedro"


Henrique Amaro recorda o sorriso do fundador dos Xutos & Pontapés
O radialista Henrique Amaro recordou "o sorriso" e o "fundador da maior banda de 'rock and roll' de Portugal", o guitarrista Zé Pedro, fazendo paralelo entre a morte do músico português e a de ícones como David Bowie.

"É uma pessoa muito importante, o sorriso e o fundador da maior banda de 'rock and roll' de Portugal [os Xutos & Pontapés], uma figura que ficará eternamente na história da música produzida em Portugal", afirmou Henrique Amaro, que há mais de 20 anos tem programas dedicados à música portuguesa, em declarações à agência Lusa.

Para Henrique Amaro, a morte de um músico como Zé Pedro "é uma experiência que todos os portugueses estão a viver pela primeira vez".

"Andamos a viver a morte dos outros, dos ícones, dos pilares da nossa 'igreja' há muito -- David Bowie, Kurt Cobain -- mas dos nossos, dos nossos músicos elétricos, é uma experiência nova. Felizmente não temos tido essa experiência. Até agora, assim próximo desta realidade, só o João Aguardela [dos Sitiados], o João Ribas [dos Censurados] e agora, muito, o Zé Pedro", considerou.

Luís Montez lembra o "grande ser humano, de coração de ouro"
O diretor da promotora Música no Coração, Luís Montez, destacou esta quinta-feira o "grande ser humano", com "coração de ouro" que foi o guitarrista dos Xutos & Pontapés, Zé Pedro, afirmando ter conhecido na vida poucas pessoas como ele.

"Um dia triste, perdi um amigo, um grande ser humano, um coração de ouro, para mim, um santo", disse à Lusa Luís Montez.

O diretor da Música no Coração lembrou o "bom homem" e "pessoa de empatia enorme" que existia além do guitarrista, que, apesar da sua "paixão louca pela música e pelo Rock and Roll, e tudo o que gira à volta disso, nunca perdeu os valores da amizade, da solidariedade e do perdão".

"Uma pessoa encantadora, das melhores pessoas que conheci em toda a minha vida, marcou-me para sempre", sublinhou, referindo que tudo que sabe sobre música ao vivo aprendeu com "o Zé Pedro e com o resto dos Xutos".

Luís Montez afirmou não conhecer ninguém que não goste dos Xutos e de Zé Pedro, e considerou que o guitarrista era "a alma, a atitude e a postura" da banda.

"Se os Xutos duraram o que duraram [38 anos], muito devem a este coração de ouro que era o Zé", defendeu.

Darko mostou-se triste com a notícia da morte do guitarrista

F@€a-se! Já não se fazem destes actualmente...paz à sua alma.

Uma publicação partilhada por Zé Manel (@darkoonline) a

Alexandre Cortez recorda "pessoa maravilhosa" com "enorme sentido de justiça"
O músico fundador dos Rádio Macau, Alexandre Cortez, lembra o guitarrista dos Xutos & Pontapés, Zé Pedro, como "uma pessoa maravilhosa" e "generosa" com "enorme sentido de justiça", que gostava de o "praticar o bem".

Em declarações à agência Lusa, Alexandre Cortez declarou que Zé Pedro era uma "pessoa maravilhosa" e com um caráter "muito generoso" e "muito grandioso".

"Eu recordo o Zé Pedro enquanto uma pessoa maravilhosa. Privei muito com ele, tínhamos muitas aventuras, tocámos juntos muitas vezes, viajámos juntos, e o Zé Pedro foi sempre uma pessoa com uma personalidade incrível, de uma grande generosidade, um caráter muito generoso e um caráter muito grandioso", conta.

Alexandre Cortez recorda também que nunca se lembra de ter visto Zé Pedro a tomar uma atitude incorreta ou de ter sido alguma vez injusto.

"Ele tinha um sentido de justiça enorme. Era uma pessoa com enorme sentido de justiça, que gostava de praticar o bem. Sentia-se mesmo isso nas suas atitudes. Tentava sempre ajudar os outros. Tinha sempre uma palavra de amizade, de compreensão nos momentos difíceis", refere o músico português.

Iva Domingues prestou homenagem ao guitarrista nas redes sociais

Até sempre, Zé Pedro. Obrigada! #xutos

Uma publicação partilhada por Iva Domingues (@ivadominguesoficial) a


Andreia Dinis agradece ao músico pelo seu contributo no panorama
musical

Raquel Strada também dedicou uma palavras ao guitarrista

Um dos melhores. Até sempre

Uma publicação partilhada por Raquel Strada (@raquelstrada) a


Rodrigo Soares partilhou imagem do músico durante concerto

Rock never dies

Uma publicação partilhada por Rodrigo Soares (@rodsoares79) a

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!