Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

Rock chama 83 mil para a Bela Vista

Os Smashing Pumpkins eram cabeças de cartaz, mas a grande maioria dos 83 mil festivaleiros foram ontem, ao Parque da Bela Vista, à procura dos Linkin Park.
27 de Maio de 2012 às 01:00
O vocalista dos The Offspring, Dexter Holland, cantou tema do novo álbum
O vocalista dos The Offspring, Dexter Holland, cantou tema do novo álbum FOTO: Mariline Alves

Isso ficou provado nos primeiros minutos de Chester Bennington, Mike Shinoda e companhia no Palco Mundo. Com a bandeira de Portugal bem visível, os norte-americanos começaram a sua participação no Rock in Rio Lisboa com ‘A Place for My Head', mas seria ‘Faint' a receber a primeira ovação colectiva de uma plateia com o dobro das pessoas da véspera e bandeiras nacionais de Portugal, Brasil, Espanha e Itália.

A actuação teria ainda um momento de protesto por parte de alguns fãs: já perto do final do concerto, Chester Bennington desceu do palco, enquanto interpretava o tema 'Crawling', e caminhou entre a multidão, tendo um festivaleiro colocado um cachecol do FC Porto em torno do seu pescoço. O músico regressaria para junto dos colegas ainda com o cachecol, que exibiu para a plateia, tendo sido criticado pela atitude. Pela cara que fez depois, Chester não parece ter percebido o motivo da discórdia. Mas, se quando encetaram 'New Divide' ainda havia quem estivesse ressentido com sucedido, tudo ficou esquecido ao som do 'hit' 'In The End'.

Antes tocaram os The Offspring. O vocalista Dexter Holland prometera ao Correio da Manhã que iria tocar alguns temas de ‘Days Go By', o novo álbum que será lançado a 26 de Junho, e cumpriu: os fãs puderam ouvir o tema homónimo do disco. No entanto, os sucessos do passado não foram esquecidos. ‘Americana', ‘Pretty Fly (For a White Guy)' ou ‘The Kids Aren't Alright' foram dos mais aplaudidos.

"Olhem para toda esta gente aqui reunida! É fantástico", disse Holland, sendo logo interrompido por Noodles, o guitarrista, que acrescentou: "Vocês são a plateia mais sexy para quem já tocámos."

Quando a actuação parecia já ter terminado, a banda norte--americana regressou para um encore com o bem conhecido ‘Self Esteem', entoado a uma só voz pela plateia. "Tínhamos de regressar", garantiu o vocalista, antes de agradecer em português: "Obrigado".

Ainda faltava um minuto para as 19h00 quando os Limp Bizkit chegaram. De calças caídas e boné, Fred Durst deixou todos eufóricos, ao som de ‘My Generation', gritando "Lisboa" a meio. Mas não era o suficiente - desceu ao palco e juntou-se à multidão, que entrou em delírio.

"Quando aterrámos em Lisboa sentimo-nos muito felizes por podermos voltar a tocar para vocês", afirmou Durst, que cantou ‘Bring It Back', do seu mais recente álbum ‘Gold Cobra'. Os fãs, por seu lado, deram mostras de preferir sucessos anteriores, como ‘My Way', ‘Rollin' ou ‘Behind Blue Eyes'.

LISBOA 'PERDOA' TRÊS MILHÕES COM ISENÇÃO DE TAXAS

À semelhança do que aconteceu em anos anteriores, a Assembleia Municipal de Lisboa voltou a aprovar a isenção de taxas municipais - no valor de três milhões de euros - ao Rock in Rio Lisboa. O presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, queria estender a isenção a 2014, como incentivo para que o evento se mantenha na cidade, mas o PSD não concordou.

rock in rio lisboa festival the offspring smashing pumpkins linkin park
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)