Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

‘Sei Lá’ chega ao cinema

'Sei Lá', primeiro livro de Margarida Rebelo Pinto, foi um êxito de vendas e promete atrair uma multidão às salas de cinema. O bestseller, lançado em 1999, vai finalmente ser adaptado ao grande ecrã, pretensão antiga da sua autora.

12 de Agosto de 2012 às 01:00
Margarida Rebelo Pinto sempre quis ver o seu livro no grande ecrã
Margarida Rebelo Pinto sempre quis ver o seu livro no grande ecrã FOTO: Bruno Colaço

"Nunca escondi que queria o ‘Sei Lá’ e o ‘Não há Coincidências’ [segunda obra da autora] no cinema", admite ao CM Margarida Rebelo Pinto, confessando--se "muito feliz" com a notícia.

Os direitos da obra tinham sido adquiridos há mais de 10 anos por Tino Navarro, da MGN – produtor de êxitos como ‘Adão e Eva’, ‘Zona J’ e ‘Call Girl’ –, e, para a escritora, "era só uma questão de tempo até o projecto avançar.

Tino Navarro, produtor, confirma: "Há já muito tempo que queria fazer o filme, mas ainda é prematuro falar da produção". No entanto, o CM sabe que as filmagens poderão arrancar já no início do próximo trimestre.

A realização ficará a cargo de Artur Ribeiro, que dará realismo à trama que Rebelo Pinto idealizou há 13 anos. Juntos, cineasta e escritora reescreveram o argumento que Tino Navarro diz estar ainda a ser trabalhado.

O suspense e curiosidade em torno do filme adensa-se, mas a história é conhecida e segue a vida de Madalena, uma jornalista de 30 anos da imprensa cor-de-rosa, que termina uma conturbada relação com um terrorista basco e tenta, com o apoio das suas melhores amigas – Mariana, Catarina e Luísa, que também enfrentam problemas afectivos – reconstruir a sua vida.

Quanto a novos projectos literários, Margarida confessa: "Tenho um livro na gaveta, mas ainda não decidi se publico ou não. Agora, estou de férias."

CINEMA FILME MARGARIDA REBELO PINTO SEI LÁ LIVRO ESCRITORA
Ver comentários