Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

TONY CARREIRA ESGOTA PAVILHÃO ATLÂNTICO

Embaixador por excelência da cultura portuguesa além fronteiras, Tony Carreira comemora amanhã 15 anos de canções, com uma prenda especial para todos aqueles que sempre o acarinharam: um megaespectáculo para 16 500 pessoas no Pavilhão Atlântico, em Lisboa. O espectáculo está marcado para as 21h30, e já se encontra esgotado.
7 de Março de 2003 às 00:00
Ao longo de 15 anos dedicados à canção popular, Tony Carreira confessa-se um artista reconhecido, conforme disse ao Correio da Manhã. “Aconteceram-me muitas coisas boas durante todo este tempo. Muito mais do que aquilo que esperava. Fui muito acarinhado pelo meu público e alcancei metas com as quais nunca sonhei quando iniciei as minhas andanças musicais. O balanço é muito positivo”, disse.

Emocionado, Tony Carreira garantiu sentir-se muito feliz com a realização deste espectáculo: “É a primeira vez que vou actuar no Pavilhão Atlântico e sei que a sala já está praticamente esgotada. Sinto--me muito contente por ter a possibilidade de comemorar 15 anos de carreira desta maneira”.

RETROSPECTIVA DE CARREIRA

Quanto ao concerto de amanhã à noite, o primeiro que o músico realiza na maior sala de espectáculos do País, o Pavilhão Atlântico, Tony Carreira levantou um pouco o véu e explicou que este será mais um “momento especial” da sua carreira. “Vou cantar os temas mais conhecidos da minha carreira e que os fãs mais gostam, mas também algumas canções que passaram mais despercebidas junto do grande público”, explicou.

No palco, alguns convidados surpresa irão juntar-se ao músico, adiantou. “Não posso revelar nomes porque quero fazer uma surpresa aos meus fãs. Mas posso dizer que são pessoas que, ao longo de todos estes anos, têm colaborado nos meus discos”, afirmou.

Embora o mote para o espectáculo seja a comemoração do presente e passado de uma carreira brilhante, impõe-se também a necessidade de perspectivar o futuro. Tony Carreira, contudo, prefere deixá-lo “nas mãos” dos seus fãs: “Se o público continuar a reconhecer o meu trabalho e a respeitar-me como até hoje, continuarei sempre a cantar. Não sei quantos álbuns ainda vou lançar ou quantos concertos vou fazer, mas serão sempre aqueles que o público quiser”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)