UHF : "Este é um disco que se faz uma vez na vida"

‘Traz outro amigo também’, ‘Vampiros’ ou ‘Grândola Vila Morena’ são alguns dos temas que a banda regravou num álbum de tributo a Zeca Afonso.
Por Miguel Azevedo|15.11.17
UHF : "Este é um disco que se faz uma vez na vida"
Foto João Miguel Rodrigues
No ano em que passam 30 anos sobre a morte de Zeca Afonso, os UHF acabam de lançar ‘A Herança do Andarilho’, mais do que um disco de tributo, um álbum de agradecimento a uma das maiores referências da música portuguesa. "Este disco é dar continuidade à fantástica obra que ele nos deixou e revelar a semente herdada", diz António Manuel Ribeiro, produtor do projeto.

‘A Herança do Andarilho’ conta com dez canções, sete delas de revisita à obra de Zeca Afonso, algumas agora reeditadas e revisitadas e duas nunca antes gravadas: ‘No Comboio Descendente’ e ‘Traz Outro Amigo Também’. "Algumas dessas canções eu fui trabalhando nelas ao longo do tempo. Agora chegou a hora de as reunir. Este é um daqueles discos que se faz uma vez na vida ", conta António Manuel Ribeiro que a primeira vez que trabalhou sobre um tema de Zeca Afonso foi em 1994 então com o ‘Morte saiu à Rua’.

O disco, que inclui ainda três temas dos UHF, conta com as participações de Armando Teixeira (Balla) em ‘No Comboio Descendente’, e de José Jorge Letria, Vitorino, Manuel Freire e Samuel, numa visita eletrificada a ‘Grândola, Vila Morena’


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!