Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Estádio do Vitória de Setúbal vandalizado após ser invadido por investidores

A PSP está a investigar o caso. Autores já foram identificados.
Mário Figueiredo 22 de Abril de 2019 às 20:25
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Estádio do Vitória de Setúbal foi invadido e vandalizado
Um grupo de investidores do Vitória de Setúbal invadiu esta segunda-feira os balneários do clube e o ambiente aqueceu com gritos, mesas viradas e vidros partidos, apurou o CM.

Os investidores, representados por Celeste Rodrigues, Paulo Rodrigues e Paulo Teixeira, colocaram 700 mil euros no clube e reclamam o pagamento.

O CM sabe que chegaram a ir à casa do presidente Vítor Hugo Valente mas não foram recebidos. Dirigiram-se então ao Bonfim onde entraram pela Porta Zero e foram ao balneário, onde exigiram ser recebidos pelo presidente, que não se encontrava no clube.

Os jogadores ficaram atónitos com o sucedido.

Os investidores dizem que o V. Setúbal "não cumpriu com o plano de pagamento". Referem que apesar do esforço não têm sido recebidos por ninguém da SAD para dar as respetivas expelições.

Queixam-se ainda do facto desta situação decorrer há dez meses e que a verba deveria ter sido saldada com a venda de Frederico Venâncio ao V. Guimarães.

"Os autores deste ato terrorista praticado no estádio estão identificados. A PSP já tomou conta da ocorrência", pode ler-se no comunicado.
PSP Correio da Manhã Estádio do Bonfim Vitória de Setúbal Estádio do Vitória desporto futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)