Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Fabrizio Miccoli promete marcar mais de 12 golos

Fabrizio Miccoli garantiu, na edição de ontem da ‘Gazzetta dello Sport’, que está ainda longe do seu melhor, apesar da magnífica exibição frente ao Lille. ”Estou ainda a 60/ 70 por cento das minhas capacidades, mas foi bom entrar com o pé direito. Fiz o meu dever e estou muito contente aqui em Lisboa. Se sou um gigante? A mim até me chamam anão”, brincou o jogador, explicando depois como marcou de cabeça, coisa rara na sua carreira: “O cruzamento de Mantorras foi ‘bravíssimo’, pôs-me a bola mesmo onde eu queria e foi só antecipar-me ao defesa e cabecear. Vou tentar marcar mais vezes de cabeça”.
17 de Setembro de 2005 às 00:00
Miccoli foi o autor do decisivo golo da vitória do Benfica sobre o Lille para a Liga dos Campeões
Miccoli foi o autor do decisivo golo da vitória do Benfica sobre o Lille para a Liga dos Campeões FOTO: Pedro Catarino
E por falar em golos, Miccoli definiu um objectivo ambicioso para esta temporada: “O importante é jogar e marcar golos. Quero marcar mais do que na época passada na Fiorentina, mais de 12. O objectivo é vencer o título e ir longe na ‘Champions’. Vou dar o meu melhor, este clube merece porque apostou em mim”.
Nuno Gomes, que passou pela Fiorentina e por isso fala italiano, tem ajudado muito na integração de Miccoli. O avançado acredita que farão uma dupla produtiva: “Eu e o Nuno estamos sempre juntos e dentro de campo já nos entendemos. Temos características diferentes, ele segura bem a bola, espera que a equipa suba, abre o jogo e eu... eu remato. E depois às vezes trocamos os papéis”. Miccoli fez também uma análise ao futebol português. “Aqui não é fácil jogar. É um futebol não tão técnico como o italiano, mas joga-se com muita agressividade e corre-se muito.” A selecção italiana e a presença no Mundial continua a ser um objectivo. “Estou longe e é muito difícil recuperar um lugar, mas nunca se sabe.”
Noutras declarações, reproduzidas pelo ‘site’ italiano Sports.it, Miccoli escusou-se a comentar os elogios que lhe foram feitos pelo director-geral da Juventus, Luciano Moggi. “Sobre a Juventus não quero falar, sinto-me bem em Lisboa”.
APONTAMENTOS
KARAGOUNIS
O médio Karagounis lesionou-se frente ao Lille e falha a recepção de amanhã à U. Leiria. Segundo o Benfica, o grego tem uma “contusão óssea com estiramento de ligamentos periarticulares da articulação da tibiotársica do pé direito”.
KOEMAN
Frente à U. Leiria, Ronald Koeman vai manter o sistema 4x4x2 do jogo com o Lille. Ricardo Rocha (suspenso) dará lugar a Anderson. A restante equipa deverá manter-se, embora Geovani, mal frente ao Lille, possa perder a titularidade.
UNIÃO DE LEIRIA
José Gomes, técnico da U. Leiria, em declarações ao ‘Maisfutebol’, disse acreditar que a sua equipa vai conseguir a primeira vitória da Liga na Luz. O técnico assegurou ainda que Miccoli não será alvo de marcação individual.
Ver comentários