Sub-categorias

Notícia

Costa reuniu-se com presidente da FPF para acertar final da Taça

Primeiro-ministro diz estar a trabalhar para a final se fazer "no próximo domingo".
17.05.18

O primeiro-ministro reuniu-se esta quinta-feira com o presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, para garantir condições de segurança na final da Taça de Portugal, no domingo, no Estádio Nacional, entre Sporting e Desportivo das Aves.




António Costa divulgou esta reunião com Fernando Gomes, na qual também participaram os ministros da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, numa mensagem publicada nas redes sociais Instagram e Twitter, acompanhada de fotografia.

"Estamos a trabalhar em conjunto para garantir que estão criadas as condições de segurança e desportivas para a realização da final da Taça de Portugal no próximo domingo", lê-se na mensagem.

Fonte oficial do Governo adiantou à agência Lusa que o encontro de trabalho se realizou no Terreiro do Paço, onde se encontra instalado provisoriamente o gabinete do primeiro-ministro, enquanto decorrem obras no Palacete de São Bento.

As dúvidas sobre as condições para a realização da final da Taça de Portugal surgiram na sequência de agressões a jogadores e elementos da equipa técnica do Sporting, na Academia de Alcochete, praticadas na terça-feira por um grupo de cerca de 50 alegados adeptos encapuzados.

Esta quinta-feira, em Sófia, à margem da Cimeira União Europeia-Balcãs, o primeiro-ministro disse que vai estar presente na final da Taça de Portugal de futebol.

"Naturalmente, estarei lá com muito gosto", afirmou António Costa.

O primeiro-ministro admitiu, contudo, que, caso não estejam reunidas condições de segurança para que a final aconteça no domingo, no Estádio Nacional, possa haver "uma mudança do local" do jogo ou que este possa ser realizado à porta fechada.

"O meu desejo, que penso que é o desejo de todos, é que haja condições para que no Jamor se possa realizar com total normalidade a final da taça. Se forem necessárias outras medidas, há uma panóplia de várias outras medidas como a mudança de local, se isso for adequado às condições de segurança, a realização sem acesso do público, há várias possibilidades", acrescentou.

Federação equacionou adiar o jogo
A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) colocou a possibilidade de adiar a final da Taça de Portugal entre Sporting e Aves para agosto. Uma hipótese que, tudo indica, estará ultrapassada, mas que chegou a ser comunicada aos dois clubes. No entanto, a nenhum dos clubes foi ainda confirmado de forma definitiva a realização do jogo este domingo no Jamor.

A FPF mostrou-se sensível às preocupações demonstradas pelo Governo relativas a questões de segurança, sobretudo depois dos incidentes desta semana na Academia de Alcochete, onde algumas dezenas de ultras do Sporting agrediram jogadores do clube.

O próprio primeiro-ministro, António Costa, manifestou essa preocupação, admitindo a possibilidade de o encontro mudar de local ou até mesmo ser disputado à porta fechada. "Há uma panóplia de outras possibilidades, como a mudança de local do jogo ou a realização sem acesso do público", afirmou, em Sófia, capital da Bulgária, expressando o desejo que "haja condições de segurança com total normalidade para o jogo do Jamor".

Ao que Record apurou, a possibilidade de disputar o encontro à porta fechada nunca foi uma possibilidade equacionada pela FPF. O organismo admitiu, isso sim, adiar o jogo para o início da próxima época, tal como foi comunicado aos clubes.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De  Anónimo 17.05.18
    Dava jeito ao sporting, não dava?
1 Comentário
  • De  Anónimo 17.05.18
    Dava jeito ao sporting, não dava?
    Responder
     
     0
    !