Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Hugo Viana repete história com dez anos

Onze anos após a estreia na Selecção Nacional (14 de Novembro de 2001, frente a Angola, vitória por 5-1), Hugo Viana repete a situação de ser convocado para uma fase final de uma grande competição em substituição de outro jogador.
23 de Maio de 2012 às 11:26
Em 2002, Viana foi chamado pelo seleccionador António Oliveira para colmatar a baixa de Daniel Kenedy, que acusou uma substância proibida
Em 2002, Viana foi chamado pelo seleccionador António Oliveira para colmatar a baixa de Daniel Kenedy, que acusou uma substância proibida FOTO: Manuel de Almeida/Lusa

Em 2002, Viana foi chamado pelo seleccionador António Oliveira para colmatar a baixa de Daniel Kenedy, que acusou uma substância proibida (Furocenida, presente em medicamentos diuréticos) em pleno estágio de preparação (em Macau) para o Mundial 2002, prova que se realizou na Coreira do Sul e Japão.

O agora jogador do Sporting de Braga representava então o Sporting e no Verão desse ano transferiu-se para o Newcastle, de Inglaterra.

Dez anos volvido a situação repete-se, com Hugo Viana a ser chamado à selecção por Paulo Bento, devido a lesão de Carlos Martins, com o estágio de preparação para o Europeu da Ucrânia e Polónia em curso.

selecção hugo viana antónio oliveira carlos martins europeu
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)