Mantorras salva Benfica

O Benfica dominou todo o jogo, ganhou-o (1-0) com lógica pelas muitas ocasiões que criou, mas o final foi dramático ontem em Vila do Conde: primeiro, um golo anulado ao Rio Ave aos 85’, numa decisão discutível; depois, o golo de Mantorras ao quarto dos cinco minutos de desconto, chegando com o pé quase à cabeça de Bruno Mendes, mas enviando a bola para a baliza onde Mora não a conseguiu deter.
20.03.06
  • partilhe
  • 0
  • +
Mantorras salva Benfica
Mantorras com o seu pontapé acrobático fez o golo que deu os três pontos ao Benfica Foto Estela Silva/Lusa
O Benfica entrou num relvado difícil pela chuva e pelo vento que se fizeram sentir nos Arcos. No seu 4x2x3x1, os homens de Koeman foram porfiando, mas foi sobretudo na segunda parte que as oportunidades se sucederam sem que a bola chegasse às redes de Mora. Simão teve a melhor de todas, aos 58’, isolado por Nuno Gomes, mas rematou de pé esquerdo à barra. Nessa altura Simão já tinha falhado outra e Nuno Gomes e Manduca também, todas elas de golo feito.
O Rio Ave, com problemas no meio-campo por causa das lesões de Mozer, Delson, Marquinhos e Anic, estreava o jovem Vítor Gomes a meio-campo ao lado de Vilas Boas, com Niquinha um pouco mais à frente. Mas a equipa tinha dificuldade em segurar a bola e em desenhar os seus lances de contra-ataque. O jogo era do Benfica, que criava e desperdiçava oportunidades claras e parecia incapaz de marcar um golo pelo terceiro encontro consecutivo. Mas ele chegou, salvador, nos descontos, depois de terem entrado Robert, Karagounis e o já meio dispensado Mantorras. Mas antes, num lance em que Moretto já tinha oferecido o canto ao Rio Ave, a bola cruzou a área, Moretto não chegou, Danielson tocou a bola para o meio e Evandro introduziu-a na baliza. O assistente assinalou bola fora, as imagens não o provam, mas era um lance difícil. O treinador João Eusébio ainda não tinha perdido e foi já sem ele no banco que a equipa perdeu mesmo.
POSITIVO: BENFICA A CRIAR JOGO
Há momentos assim, em que a bola não quer entrar na baliza. Ontem isso foi flagrante e Nuno Gomes, Simão, Manduca e Robert tiveram várias ocasiões e não o conseguiram fazer. Simão atirou à barra aos 58’ mas reconheça-se que fez um bom jogo. Tal como Nuno Gomes, Léo e Manduca, só que atirar à baliza foi um problema. No Rio Ave, Mora esteve bem, tal como Niquinha.
NEGATIVO: FALTA DE PONTARIA
A falta de pontaria dos benfiquistas tem sido flagrante. Ontem esse foi o facto mais importante, até porque a equipa criou futebol. Menos bem estiveram Moretto, Manuel Fernandes e Geovanni. No Rio Ave, o meio-campo não conseguiu segurar a bola e os defesas, num dia acertado do Benfica, teriam saído de cabeça baixa, porque tiveram enormes dificuldades em acompanhar os benfiquistas.
APONTAMENTOS
KOEMAN ACREDITA
Ao contrário das últimas partidas, o holandês reconheceu que a equipa “teve sorte no final do jogo”. “Jogámos bem e criámos muitas ocasiões de golo”, afirmou. Koeman assegurou que os seus jogadores vão lutar “até final do campeonato”. “Queremos ganhar as nossas partidas e esperar que os da frente percam pontos.” Também o capitão Simão Sabrosa se mostrou satisfeito com a vitória. “A sorte premeia quem trabalha. Estamos na luta e enquanto for matematicamente possível vamos acreditar”, disse.
'BARÇA' SEM CENTRAIS
Frank Rijkaard vai ter de improvisar no eixo da defesa para o jogo da primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões. Se a ausência de Puyol já era esperada devido castigo, as lesões de Marquez e Edmilson no último jogo da Liga espanhola frente à Real Sociedad não estava nas previsões do holandês. O mexicano e o brasileiro não devem recuperar a tempo da segunda mão.
FICHA DO JOGO
Local: Estádio Arcos, em Vila do Conde
Árbitro: Paulo Paraty (Porto)
RIO AVE: Mora, Zé Gomes, Danielson, Bruno Mendes, Milhazes, André Vilas Boas, Vítor Gomes (Ricardo Jorge 57’), Niquinha, Chidi, Gaúcho (Agostinho 73’), Evandro (Gama 87’). Treinador: João Eusébio
BENFICA: Moretto, Nélson, Luisão, Anderson, Léo, Petit, Manuel Fernandes (Karagounis 75’), Manduca (Mantorras 82’), Simão, Nuno Gomes, Geovanni (Laurent Robert 63’). Treinador: Ronald Koeman
Marcador: 0-1 Mantorras (90 4’)
Acção disciplinar: Amarelos: Danielson (36’), Karagounis (74’) e Niquinha (85’)
Melhor jogador: Simão Sabrosa

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!