Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Mossoró deixa o benfica mais longe do título

O Sp. Braga derrubou o Benfica e deixou os encarnados a onze pontos do líder FC Porto. Um míssil de Mossoró, aos 78', garantiu a vitória para os minhotos, depois de Saviola ter aberto o marcador e Hugo Viana ter empatado, após uma saída deficiente de Roberto.

6 de Março de 2011 às 22:01
Saviola marcou o golo para o Benfica
Saviola marcou o golo para o Benfica FOTO: Hugo Delgado/Lusa

Os encarnados não contavam com a entrada forte do Sp. Braga após o descanso e saída de Saviola, por opção de Jorge Jesus, só veio baralhar as manobras do Benfica, até porque Felipe Menezes era um jogador a menos, Cardozo não estava inspirado e Carlos Martins decaiu de rendimento com o tempo. O treinador do Benfica ainda mexeu na equipa para recuperar a fluidez ofensiva da primeira parte. Em vão. Os minhotos ganharam nas substituições e aproveitaram o facto de terem mais um jogador para mandar no jogo. O golo de Mossoró, que saltou do banco de suplentes, foi o corolário de uma exibição sem mácula dos minhotos. O brasileiro disparou um míssil de longe, sem hipóteses de defesa para Roberto.   

Primeira parte equilibrada e electrizante no Estádio Municipal de Braga, com um golo de bola parada para cada equipa, uma expulsão – Javi Garcia saiu mais cedo por agressão a Alan – e Roberto no melhor e no pior dos encarnados.

O Benfica adiantou-se primeiro no marcador, já depois de Carlos Martins testar os reflexos de Artur Moraes na transformação de um livre. O guarda-redes do Sp. Braga defendeu para o lado e Saviola, o mais esclarecido dos encarnados no primeiro tempo, surgiu a rematar com o pé direito, para o fundo da baliza.

Os minhotos, com uma esquematização interessante, provocaram um par de sustos a Roberto, que protagonizou uma defesa de elevado nível de dificuldade, após um remate de Lima, no centro da área. Foi um dos momentos altos da noite. Mas do céu, o guardião espanhol passou directamente ao inferno, já que ficou directamente ligado ao golo com que o Sp. Braga empatou a contenda, aos 42'. Hugo Viana transformou um livre lateral, a bola ganhou força e Roberto, mal batido, viu-a passar-lhe por cima.

Espera-se mais animação no segundo tempo, com o Benfica reduzido a dez e empenhado em manter a perseguição ao líder do campeonato, o FC Porto. Diga-se que Jorge Jesus surpreendeu com Jara e Felipe Menezes pela primeira vez no onze, em jogos do campeonato. Já Domingos Paciência manteve á mesma estratégia, mas foi obrigado a apostar em Vinícius por lesão de Custódio, nos minutos iniciais.

sporting braga benfica liga jogo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)