Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Naufrágio no minuto 90

A Naval não foi ontem além de um empate (1-1) na recepção ao E. Amadora. A equipa de Ulisses Morais foi incapaz de dar sequência à expressiva vitória (4-1) sobre o Boavista, para a Taça de Portugal, e deixou fugir a vitória nos últimos segundos, desperdiçando uma boa ocasião de ganhar terreno a um adversário na luta pela manutenção.
28 de Janeiro de 2008 às 00:30
O excessivo rigor táctico – imposto pela necessidade de um triunfo – limitou a qualidade do jogo e só Godemeche quebrava a monotonia. Porém, seria Marcelinho a abrir, aos 18’, o marcador. Contra o relógio, o E. Amadora só conseguiu chegar ao empate aos 90 minutos. Vítor Moreno não hesitou perante o desamparado Wilson e fez o golo tricolor. Arbitragem positiva de Elmano Santos.
FICHA DO JOGO
Local: Estádio Municipal José Bento Pessoa, na Figueira da Foz (668 espectadores)
Árbitro: Elmano Santos (Madeira)
NAVAL 1.º DE MAIO: Wilson Júnior, Mário Sérgio, Paulão, Diego (Lopes, 53m), China, Godeméche, Delfim, Saulo (Elivelton, 63m), Dudu, João Ribeiro e Marcelinho (Gilmar, 78m). Treinador: Ulisses Morais.
ESTRELA DA AMADORA: Nelson, Rui Duarte, Wagnão, Maurício, Hélder Cabral, Fernando, Mateus (Rui Pedro 57m), Marcelo Goianira (Celestino 46m), Moreno, Anselmo e N'Diaye (Adul, 35m). Treinador: Daúto Faquirá.
Marcador: 1-0, Marcelinho (18m); 1-1, Moreno (90m)
Acção disciplinar: Cartões amarelos - Saulo (41m) e Godemeche (82m)
Melhor jogador: Marcelinho (Naval)
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)