Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Ronaldo discreto no 200º jogo a titular

Apesar de ser indiscutível, o triunfo (2-0) de ontem do Manchester United no terreno do Blackburn não teve o brilhantismo e a dinâmica tantas vezes vislumbrados na temporada transacta.
5 de Outubro de 2008 às 00:30
Cristiano Ronaldo já passou por Martin Olsson e prepara-se para assistir Rooney para o 2-0 do Man. United
Cristiano Ronaldo já passou por Martin Olsson e prepara-se para assistir Rooney para o 2-0 do Man. United FOTO: Phil Noble / Reuters

Com Cristiano Ronaldo – discreto – a cumprir o 200º jogo na condição de titular, num total de 245 presenças (147 na Liga inglesa, 21 na Taça de Inglaterra e 42 nas competições europeias), o conjunto de Alex Ferguson iniciou o jogo de forma apática e, não fosse a desinspiração do paraguaio Roque Santa Cruz, os visitados podiam ter-se adiantado no marcador ainda antes do primeiro quarto de hora.

Como, geralmente, quem não marca arrisca-se a danos maiores, o United cresceu e meteu em sentido a defesa da casa. Fletcher (19’) e Berbatov no minuto seguinte ameaçaram o nulo no marcador mas esbarraram no guarda-redes galês Jason Brown.

Com Anderson também no onze, Nani não saiu do banco, os red devils procuravam a todo o custo a segunda vitória fora de casa em seis jornadas (United tem menos um jogo) da presente edição da Premier League. À passagem dos 30’, após um canto de Rooney, Wes Brown, de cabeça, adiantou o United na partida. Golo irregular – Vidic fez falta sobre o guarda-redes adversário, que o árbitro validou.

Agradeceramos visitantes e agradeceu o espectáculo. A partir daqui o bicampeão inglês soltou-se e Berbatov esteve perto do segundo (36’). O intervalo chegou e com ele temeu-se que o teor sensaborão da primeira meia hora regressasse. Mas não. O United continuava a cavalgar terreno rumo à baliza dos Rovers e aos 63’, após fabulosa assistência de CristianoRonaldo, Rooney sentenciou a partida com um remate em folha seca. Sem hipóteses para Brown.

Até final, destaque para três perdidas incríveis do United. Berbatov (72’), Ronaldo (80’) e Tevez’ (85’) falharam a goleada.

APONTAMENTO

RONALDO E ROONEY

A dupla Cristiano Ronaldo--Wayne Rooney voltou a ser determinante na vitória do Manchester United, à semelhança do que aconteceu na semana transacta, em casa, ante o Bolton. Há oito dias, o extremo português também ofereceu a Rooney o 2-0.

 

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)