Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Ronaldo fecha época em glória

Português nunca tinha marcado tantos golos num ano. O que faz cair outros recordes.
21 de Maio de 2011 às 00:00
Falta um golo a Ronaldo para chegar aos 40 na Liga, feito inédito em Espanha
Falta um golo a Ronaldo para chegar aos 40 na Liga, feito inédito em Espanha FOTO: Susana Vera/Reuters

O Real Madrid termina hoje a época diante do despromovido Almería, no Bernabéu. É a noite da consagração de Cristiano Ronaldo, 39 golos, como vencedor do troféu Pichichi e da Bota de Ouro europeia.

A vantagem do português sobre Lionel Messi (31 golos) e Di Natale (Udinese, 28) em ambas as tabelas é irreversível, e é natural até que faça questão de ampliá-la no fecho da campanha.

A última Bota de Ouro ganha por um jogador do Real foi em 1990: 21 anos depois, Hugo Sanchez tem sucessor. A poderosa recta final do português (9 golos em 3 jornadas) permitiu-lhe cavar um fosso para Messi e pulverizar os recordes pessoais e da liga espanhola. Ultrapassados os 38 golos de Sanchez e Telmo Zarra, Ronaldo quer tornar-se hoje o primeiro futebolista a marcar 40 golos na Liga. Empatado com Messi no total da época (têm ambos 52 golos em todas as competições), é de esperar que Cristiano faça tudo para ultrapassar o rival e estabelecer um recorde destinado a perdurar muitos anos.

Em termos clubísticos, só três portugueses conseguiram marcar 50 ou mais golos numa época: o sportinguista Peyroteo, por quatro vezes (56; 56; 54; 51); o benfiquista Eusébio (50); e agora Ronaldo (52). Para igualar o recorde de Peyroteo, CR7 precisa de fazer um ‘poker’ na baliza do Almería. Difícil mas não impos-sível para quem já fez dois neste campeonato (Santander e Sevilha). Diga-se que o rendimento de Cristiano em Madrid é de tal forma estratosférico – 85 golos em 88 jogos! – que não é difícil prever que o português chegue aos 100 golos muito antes do final do ano. Há 15 ‘centenários’ na história do Madrid mas nenhum deles atingiu esse número em duas épocas – nem pouco mais ou menos.

ÉPOCA 'VINTAGE'

É a campanha mais profícua de CR7: a um jogo do final da época, já superou largamente o seu melhor registo (42 golos em 2007/08) e tornou-se o terceiro futebolista português depois de Peyroteo e Eusébio a marcar 50 ou mais golos numa época.

2002-03 Sporting 31 jogos 5 golos

2003-04 Man. United 40 jogos 6 golos

2004-05 Man. United 50 jogos 9 golos

2005-06 Man. United 47 jogos 12 golos

2006-07 Man. United 53 jogos 23 golos

2007-08 Man. United 49 jogos 42 golos

2008-09 Man. United 53 jogos 26 golos

2009-10 Real Madrid 35 33 golos

2010-11 Real Madrid 53 52 golos

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)