Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Vieira não descarta regresso de Jorge Jesus "um dia" mas garante que "Lage é o treinador ideal"

Presidente fala da amizade com treinador do Flamengo e elogia o atual técnico dos encarnados.
Record 1 de Junho de 2020 às 23:35
Luís Filipe Vieira reiterou, na entrevista que esta segunda-feira deu à BTV, a sua amizade com Jorge Jesus, mas assegurou que não há qualquer contacto para o agora técnico do Flamengo voltar à Luz. O presidente do Benfica tem plena confiança em Bruno Lage, que garante ser "o treinador ideal para o projeto" dos encarnados.

Jorge Jesus
"Não se passa nada. Isso é a comunicação social a fazer notícias que nem eu entendo. Sou amigo do Jorge, tirando naquele ano que andámos pegados, tenho uma grande relação com ele, é um grande treinador mas não posso dizer que desta água nunca beberei. Não sei se não regressa um dia. É um treinador que deixou uma marca no Benfica, com um modelo de jogo que galvanizou muito os sócios mas neste momento não há qualquer conversa com ele nesse sentido. Bruno Lage é o treinador ideal."

Futuro de Bruno Lage
"Fez um trabalho fantástico contra todas as expectativas no ano passado. Este ano começou bem, sucedeu um percalço a sério - em oito jogos só ganhámos um. Estou satisfeito com o trabalho dele, mas é normal a contestação. É o treinador do Benfica para o projeto que temos, é o ideal. Vai continuar independentemente de ser campeão. A não ser que aconteça alguma coisa... É dedicado, trabalha o dia todo com a sua equipa, é metódico. Houve um período em que não estivemos à altura do Benfica, mas nestes onze jogos eles estão preparados para ganhar. Não há nada naquela cabeça que indique o contrário. Têm a obrigação de conseguir os dois títulos."

Luís Filipe Vieira revela as condições para um eventual regresso de David Luiz ao Benfica
Luís Filipe Vieira abordou a questão do regresso de David Luiz ao Benfica, revelando que nas condições salariais atuais do defesa brasileiro seria impossível este voltar às águias neste momento. Ainda assim, não fecha a porta a um retorno do jogador do Arsenal...

"Falei ontem novamente. Temos relação de pai para filho. Ele ia no carro com o empresário, a preparar-se a renovar com o Arsenal. É alguém que adora o Benfica, mas há algo que ele é: é um grande profissional e tem de ganhar dinheiro. O que ele ganha é impensável o Benfica pagar. Se o David Luiz chegar a um dia 'quero ir embora daqui'. Se tiver 35 anos, em perfeitas condições, recebemos o David Luiz claro. Mas ele agora ganha sete ou oito milhões. Se viesse, teria de ser com um milhão, mas sendo pai, eu dizia que não. 'Oh David, não vens nada, não sejas louco. Tu tens é de ganhar dinheiro!' Quando acabar o futebol ninguém vai atrás dele. Se viesse hoje tinha de vir nestas condições, caso contrário não poderia vir. Ele ainda ontem disse que não disse nada disso...", frisou, em entrevista à BTV.

Vieira: "Sem a pandemia teríamos feito 200 milhões em dois jogadores"
Luís Filipe Vieira assegurou em entrevista à BTV que o Benfica não tem necessidade de vender jogadores, nem mesmo perante a situação atual de crise devido à pandemia de Covid-19. O presidente das águias revela mesmo que a conjuntura atual acabou por impedir dois mega negócios, que teriam levado aos cofres das águias 200 milhões de euros com a venda de dois jogadores.

"Não, nunca [terá necessidade de vender]. Os jogadores do Benfica têm um preço e temos de respeitar. O Benfica terá de recorrer ao mercado de empréstimos, se tiver de ser um, ou dois, será para estar no mercado a sério. Ainda há pouco tempo pagámos 75 milhões de euros de um empréstimo obrigacionista. O que estava planeado para este ano não vamos conseguir fazer. Mas temos de saber como vamos continuar a ser autónomos. Mas não estou a ver vender um jogador a um baixo preço, temos de criar outras fontes de receita, e a única solução seria criar mais dívida ao Benfica. A solução ideal é não haver mais paragens de campeonato. Hoje não podemos planear nada a um mês de distância, é ao dia a dia. Temos de saber movimentar e temos dado respostas em todo o lado".

"Há interverientes no mercado, há empresários e no caso do João Félix, com a Gestifute, assinámos na renovação e subida da cláusula de rescisão, ficou acordado que haveria uma comissão de 10%. Numa altura em que ninguém imaginava haver uma transferência de 126 milhões de euros.. há ainda quem diga que o dinheiro nem entrou no Benfica. Penso que é um pouco de inveja, que está institucionalizada em alguns sócios do Benfica. Uma venda das mais apreciadas na Europa, a venda mais cara do futebol pelos seis meses que ele representou o Benfica. Uma coisa garanto: os anéis, se tiverem de ir, vão mas os dedos vão ficar. O nome do Benfica é que não pode ser achincalhado em lado algum. Se por acaso houver uma situação de rotura terrível financeira, não há dúvidas, o nome do Benfica estará acima de todos nós."

"O Benfica é dos clubes mais respeitados do Mundo e continuará a ser. À data de hoje, o Benfica não precisa de vender qualquer jogador. Daqui a dois ou três meses, já não sei. Propostas? Só tive uma, de 60 milhões de euros, pelo Vinícius em janeiro. Não vale a pena estarmos a especular porque não sabemos como vai ser o dia a dia. O Benfica, se não fosse a pandemia, tinha praticamente vendidos dois jogadores por 100 milhões de euros cada um. Agora é impossível"
futebol desporto Benfica Bruno Lage Jorge Jesus Lage Luís Filipe Vieira BTV
Ver comentários