Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Daesh volta a matar adeptos do Real Madrid

12 pessoas morreram em mais um ataque terrorista no Iraque.
29 de Maio de 2016 às 18:40
Um café de adeptos madrilistas no Iraque foi alvo de um ataque terrorista por parte do Daesh esta madrugada
O grupo conta com mais de 800 sócios e o espaço onde foram atacados foi inaugurado no verão do ano passado
O violento ataque foi levado a cabo por terroristas munidos de AK-47, que atiraram aleatoriamente
Durante largos minutos, os presentes foram baleados. Pelo menos 16 pessoas perderam a vida
Um dos suspeitos de levar a cabo o ataque foi apanhado por populares e pendurado de cabeça para baixo num poste junto ao café
O café situa-se em Balad, uma cidade que fica a cerca de 80 quilómetros de Bagdade
O espaço é usado por diversos amantes de futebol para assistir a partidas e conviver
As vítimas do atentado terrorista no Iraque, que vitimou adeptos do Real Madrid
Um café de adeptos madrilistas no Iraque foi alvo de um ataque terrorista por parte do Daesh esta madrugada
O grupo conta com mais de 800 sócios e o espaço onde foram atacados foi inaugurado no verão do ano passado
O violento ataque foi levado a cabo por terroristas munidos de AK-47, que atiraram aleatoriamente
Durante largos minutos, os presentes foram baleados. Pelo menos 16 pessoas perderam a vida
Um dos suspeitos de levar a cabo o ataque foi apanhado por populares e pendurado de cabeça para baixo num poste junto ao café
O café situa-se em Balad, uma cidade que fica a cerca de 80 quilómetros de Bagdade
O espaço é usado por diversos amantes de futebol para assistir a partidas e conviver
As vítimas do atentado terrorista no Iraque, que vitimou adeptos do Real Madrid
Um café de adeptos madrilistas no Iraque foi alvo de um ataque terrorista por parte do Daesh esta madrugada
O grupo conta com mais de 800 sócios e o espaço onde foram atacados foi inaugurado no verão do ano passado
O violento ataque foi levado a cabo por terroristas munidos de AK-47, que atiraram aleatoriamente
Durante largos minutos, os presentes foram baleados. Pelo menos 16 pessoas perderam a vida
Um dos suspeitos de levar a cabo o ataque foi apanhado por populares e pendurado de cabeça para baixo num poste junto ao café
O café situa-se em Balad, uma cidade que fica a cerca de 80 quilómetros de Bagdade
O espaço é usado por diversos amantes de futebol para assistir a partidas e conviver
As vítimas do atentado terrorista no Iraque, que vitimou adeptos do Real Madrid

O Daesh voltou a matar. Pelo menos 12 pessoas perderam a vida num atentado que ocorreu na madrugada deste domingo em Baakouba, no Iraque.

O alvo voltou a ser uma casa do Real Madrid. De acordo com o diário espanhol AS, o ataque mortal foi levado a cabo por quatro homens, instantes antes da marcação de grandes penalidades da final da Liga dos Campeões de futebol, que colocou frente a frente os merengues e o rival Atlético Madrid.

Os terroristas irromperam no local e começaram a disparar indiscrimidamente contra os adeptos, conta o presidente da casa do Real Madrid, Ziad Albidani. O primeiro balanço dá conta da morte de 12 pessoas. Foram, ainda, conduzidos à unidade hospitalar local oito feridos.

No passado dia 13, o Daesh reinvindicou um outro ataque a uma filial do clube de Madrid em Balad, também no Iraque. Na ocasião, 16 pessoas perderam a vida e outras 20 ficaram feridas.

Sábado, o Real Madrid sagrou-se campeão europeu de futebol pela 11.ª vez, ao derrotar o Atlético de Madrid na final da Liga dos Campeões, por 5-3, no desempate por grandes penalidades, após empate 1-1 no fim do prolongamento.

Real Madrid atentado estado islâmico
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)