Afinal Yannick Djaló também sabe resolver

O jogo estava à medida do Sp. Braga – aparentemente controlado, aborrecido e lento. À passagem da meia hora, Linz até esteve perto do golo. Nada fazia prever ‘aquilo’. Em dois minutos apenas, o Sporting fechou as contas. Um leão de reacção rápida, como nas duas jornadas anteriores, encontrou o caminho do golo de forma pouco comum: Liedson assistiu, Yannick Djaló resolveu.
07.04.08
  • partilhe
  • 0
  • +
Afinal Yannick Djaló também sabe resolver
Yannick Djaló festeja o seu primeiro golo com uma dedicatória muito especial Foto João Relvas/Lusa

No primeiro momento, aos 36 minutos, Djaló desviou do guarda--redes para a baliza deserta. No segundo, aos 38 minutos, Liedson libertou-o à entrada da grande área para remate de pé esquerdo. No regresso à titularidade, muitos meses depois, o avançado não podia desejar mais.

E o Sp. Braga, perguntará o leitor? Até ao intervalo limitou-se a apanhar os cacos. Como muitas vezes, Manuel Machado apresentou uma equipa defensiva, com Contreras e Brum mais Vandinho à frente da defesa. Precisamente o local escolhido por Liedson e Djaló nos dois golos.

Com Jaílson no lugar de Vandinho, o Sp. Braga foi muito diferente depois do intervalo. Dá jeito ter jogadores que gostam de atacar, como se sabe. Em vinte minutos Linz rematou à barra e o árbitro Bruno Paixão anulou um golo limpo a Matheus, além de outros sustos para Rui Patrício. O Sporting sofria, aparentemente cansado.

Paulo Bento tentou estancar o futebol de ataque bracarense que por esta altura fazia chegar a bola a Matheus, Zé Manel e Jaílson, com incrível facilidade. Pereirinha e Vukcevic saltaram do banco, mas nada de muito relevante se alterou. A troca de Zé Manel por Miguelito sim, decidiu. Manuel Machado quebrou a equipa com essa substituição e o Sporting voltou a respirar, confirmando uma vitória importante entre duas partidas europeias, na melhor série da época na Bwin Liga: três triunfos consecutivos. Este último com eficácia, sofrimento e um erro grosseiro do árbitro.

PAULO BENTO: "FOMOS EICAZES"

O treinador do Sporting, Paulo Bento, considerou que o segredo da vitória esteve na eficácia da equipa: "Entrámos bem no jogo e fomos eficazes na primeira parte. Na segunda, deixámos que o adversário partisse o jogo e não tivemos capacidade para segurar mais a bola. Foi uma vitória boa, importante e justa."

Manuel Machado queixou-se do golo anulado a Matheus. "Não percebi o porquê da anulação", disse, acrescentando: "A eficácia foi determinante e o Sporting teve-a. Aproveitaram bem dois momentos de desconcentração.

POSITIVO

DJALÓ, UMA NOVA SOLUÇÃO

O jovem avançado sportinguista aproveitou da melhor forma a oportunidade como titular. Numa época marcada por uma lesão grave, pode ser que Yannick Djaló ainda vá a tempo de deixar a sua marca e oferecer uma nova solução para o ataque da equipa orientada por Paulo Bento.

NEGATIVO

MÁ ATITUDE

É quase sempre assim nos jogos disputados em Portugal. A equipa que vai jogar a casa dos chamados ‘grandes’ mete os centrais e ‘trincos’ e fica à espera pela sorte. Quando sofre um golo, então sim, decide arriscar. O treinador Manuel Machado foi apenas mais um a pensar pequeno.

ARBITRAGEM

ERRO GROSSEIRO E INACEITÁVEL

Bruno Paixão anulou um golo a Matheus aos 60 minutos. O cruzamento de Zé Manel encontrou a cabeça do brasileiro na pequena área. A bola ainda bateu em Abel e entrou na baliza. Golo limpo para toda a gente menos para o árbitro. Um erro grosseiro e inaceitável. Já perto do fim, Stélvio deveria ter sido expulso.

APONTAMENTOS

"NÃO NOS ABANDONEM"

Yannick Djaló foi o homem do jogo ao marcar os dois golos e no final reconheceu que atravessa um bom momento. "Tenho vindo a trabalhar os aspectos menos positivos. As coisas estão finalmente a correr-me bem, mas tenho muito trabalho pela frente", disse, apelando ao apoio dos adeptos, quinta-feira, frente ao Glasgow Rangers: "É uma partida muito importante, não nos abandonem agora".

RANGERS EMPATA

O Glasgow Rangers empatou ontem (3-3) no terrenodo Dundee United. O adversário do Sporting na Taça UEFA esteve a perder por três vezes mas conseguiu sempre chegar à igualdade, com golosde Kalvenes (37’), Novo (58’)e Boyd (67’). O Rangers lidera a Liga escocesa com setepontos de avanço sobreo Celtic.

POLGA FALHA UEFA

O médico do Sporting Gomes Pereira garantiu que o central Polga irá falhar o jogo como Rangers depois de se terlesionado ontem:"É certo que não jogarána quinta-feira".

FICHA DE JOGO:

Local: Estádio José Alvalade (Assistência: 27 858)

Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal)

SPORTING: Rui Patrício, Abel, Polga (Gladstone 72m), Tonel, Leandro Grimi, Miguel Veloso, Farnerud, Izmailov (Vukcevic 61m), João Moutinho, Liedson, Yannick Djaló (Pereirinha)

Treinador: Paulo Bento

SP. BRAGA: Pawel Kieszek, João Pereira, Paulo Jorge, Rodriguez (Stelvio 45m 1m), Carlos Fernandes, Contreras, Roberto Brum, Vandinho (Jaílson 45m), Matheus, Zé Manel (Miguelito 68m), Linz.

Treinador: Manuel Machado

Marcador: 1-0 Yannick Djaló (36m) 2-0 Yannick Djaló (38m)

Acção Disciplinar:  Amarelos: Vandinho (41m), Paulo Jorge (42m), João Pereira (55m), Carlos Fernandes (65m), Vukcevic (75m), Stelvio (78m), Liedson (80m), João Moutinho (80m)

O melhor: Yannick Djaló

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!