Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Capela tira vitória aos estudantes nos descontos

Adeptos conimbricenses em fúria no final do jogo.
Deus Amaral 30 de Novembro de 2015 às 12:24
Hugo Basto e o avançado Gonçalo Paciência
Hugo Basto e o avançado Gonçalo Paciência FOTO: Bruno Pires
O Arouca foi este domingo a Coimbra empatar com a Académica (1-1), que se queixou do árbitro da partida, João Capela. O juiz lisboeta acabou por ser protagonista ao anular um golo aos estudantes já nos descontos finais sem parecer haver explicação para tal (poderá haver um toque do deslocado Leandro antes de a bola entrar na baliza).

O marcador foi aberto aos 11’ numa boa entrada de Nii Plange pela esquerda que deixou a bola para Gonçalo Paciência desviar para o fundo das redes. O onze de Filipe Gouveia podia ter resolvido a partida bem cedo, mas Nii Plange falhou ao chegar tarde a um cruzamento de Paciência à passagem do quarto de hora.

Os homens de Lito Vidigal foram ganhando o seu espaço no campo e conseguiram levar a partida empatada para o intervalo, depois de Maurides finalizar de cabeça ao primeiro poste após livre de Artur aos 38’.

No segundo tempo, foi o Arouca que esteve por cima mais tempo e podia ter chegado à vantagem à hora de jogo, com um cruzamento para a área de David Simão a acabar com um desvio perigoso de Maurides. Já depois dos 90’, Paciência marcou de fora da área, mas o golo foi anulado, o que provocou exaltação no público, com algumas cadeiras a serem arremessadas para o relvado.

Ver comentários