Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

FIFA: Ex-líder da África do Sul nega subornos

Escolha da sede do Mundial 2010.
29 de Maio de 2015 às 10:54
O ex-presidente garantiu que o seu governo "nunca teria pagado qualquer suborno, mesmo que lhe fosse pedido"
O ex-presidente garantiu que o seu governo 'nunca teria pagado qualquer suborno, mesmo que lhe fosse pedido' FOTO: EPA

O antigo presidente sul-africano Thabo Mbeki negou esta sexta-feira que o país tenha pagado subornos para ganhar a corrida à organização do Campeonato do Mundo de de futebol de 2010.


"Não sei de ninguém do governo que tenha pagado subornos com o objetivo de o nosso país fosse premiado com o direito de receber o Mundial", disse Mbeki, em comunicado, acrescentando que "nenhum dinheiro público foi alguma vez usado para subornos".


O ex-presidente garantiu ainda que o seu governo "nunca teria pagado qualquer suborno, mesmo que lhe fosse pedido".


Uma investigação do Departamento de Justiça dos Estados Unidos revelou que "um alto responsável da candidatura da África do Sul", cujo nome não foi revelado, entregou uma mala de dinheiro num hotel em Paris.


A acusação defende também que o governo da África do Sul teria autorizado que os 10 milhões de euros que deveria receber pela candidatura fossem transferidos para pagar subornos ao antigo vice-presidente da FIFA Jack Warner.

Thabo Mbeki Campeonato do Mundo FIFA
Ver comentários