Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

José Mota admite que Estoril será "extremamente difícil"

"Não há volta a dar, temos que ganhar", disse o treinador do Gil Vicente.
3 de Outubro de 2014 às 15:48
José Mota diz que "a equipa tem trabalhado muitíssimo bem"
José Mota diz que 'a equipa tem trabalhado muitíssimo bem' FOTO: Luís Vieira 

O treinador do Gil Vicente, José Mota, admitiu esta sexta-feira que a receção de domingo ao Estoril-Praia, na sétima jornada da I Liga de futebol, vai ser "extremamente difícil" e que os minhotos têm de ganhar.

"Não há volta a dar, temos que ganhar. Sabemos da situação em que estamos [18.º e último lugar] e, para sair dela, temos que fazer pontos", disse José Mota na conferência de imprensa de antevisão ao jogo de domingo.

Apesar de tudo, o técnico acha que "o grupo tem perspetivas positivas em relação ao futuro".

"A equipa tem trabalhado muitíssimo bem e, por essa razão, sabemos que, assim, com esta atitude, estaremos mais perto de chegar às vitórias. Espero que seja já no próximo domingo", afirmou.

Relativamente ao Estoril-Praia, José Mota considerou o próximo adversário "um adversário de grande valor, com um grupo de trabalho muito forte, coeso e com muitas alternativas para o jogo".

"Para além disso, ao longo dos últimos anos, tem cimentado uma posição confortável em termos classificativos, tendo até chegado às competições da UEFA", frisou.

Quanto a um possível desgaste do adversário em virtude do jogo a meio da semana com o Panathinaikos (vitória por 2-0), para a fase de grupos da Liga Europa, o técnico gilista é de opinião que o Estoril vai aparecer em Barcelos 'moralizado'.

treinador do Gil Vicente José Mota I Liga
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)