Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Luís Filipe Vieira: “Vamos chegar ao título europeu”

Presidente do Benfica diz que se demite se o clube for condenado por corrupção.
Filipe António Ferreira 25 de Setembro de 2019 às 01:30
Luís Filipe Vieira
Bruno Lage, treinador do Benfica
Luís Filipe Vieira
Bruno Lage, treinador do Benfica
Luís Filipe Vieira
Bruno Lage, treinador do Benfica
Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, mantém o sonho: "Vamos chegar ao título Europeu. Quando? Alguém pode dizer?"

O líder das águias admite contudo que não se vai desviar do projeto dos últimos anos no clube que passa claramente pela aposta na formação. "Não entremos em loucuras. Se estivesse aqui um demagogo iria dizer que ia investir para contratar uma superequipa", salientou Vieira em entrevista à TVI. No que às contas diz respeito, o presidente dos encarnados garantiu uma "situação invejável". "Se dissesse qual o valor na conta corrente do clube iam fazer fila para fazer negócio como Benfica. Qualquer benfiquista deve estar orgulhoso de como está o clube."

Sobre o negócio de João Félix, Vieira garantiu que os 120 milhões já deram entrada nos cofres da SAD, mas que ainda não pagou os 12 milhões ao empresário Jorge Mendes: "Vai receber em prestações."

Luís Filipe Vieira disse ainda não estar preocupado com a seca de golos de De Tomas.

"O scouting do Benfica foi unânime em dar o aval ao jogador. Golos? Há de marcar", afirmou. Sobre os 17 milhões pagos por Vinicius, o presidente garante que o negócio não foi o pagamento de "nenhum favor". "Foi uma decisão minha. Jorge Mendes nem sequer é o seu empresário. Em maio ofereci 12 milhões mas o Nápoles recusou. Depois dois clubes portugueses [FC Porto e Sporting] tentaram contratá-lo, mas não tiveram pedalada. Vai dar ao Benfica muito dinheiro", assegurou.

Vieira reconheceu que faz alguns negócios a pensar no plano financeiro e não no plano desportivo. "Cádiz [emprestado ao Dijon] custou 2,5 milhões de euros, vamos ver quanto vai render", disse.

O líder das águias enalteceu a Justiça que ilibou o clube no caso E-Toupeira. Ainda assim deixou a garantia: "Se alguma vez o Benfica for condenado num caso de corrupção, demito-me."

Lage quer "atitude tremenda"
"Temos de entrar em campo com uma atitude tremenda e uma ambição enorme de vencer", disse ontem Bruno Lage na antevisão do jogo com o V. Guimarães (esta quarta-feira, às 19h00).

À partida para o primeiro encontro da fase de grupos da Taça da Liga, o técnico abordou ainda o objetivo do clube na prova. "A Taça da Liga é de uma enorme importância para o Benfica. Vamos entrar com vontade de vencer e de jogar bem", afirmou.
Luís Filipe Vieira Benfica Jorge Mendes desporto futebol
Ver comentários
}