Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Roubo a criança revolta adeptos

Alegados adeptos do Benfica tiram camisola a menino doente.
Mário Figueiredo 5 de Fevereiro de 2016 às 08:33
Gudiño deu uma camisola a Leonardo. Cândido Costa revoltou-se com roubo e mostrou-se solidário com adepto
Gudiño deu uma camisola a Leonardo. Cândido Costa revoltou-se com roubo e mostrou-se solidário com adepto FOTO: DR
O roubo a um menino em cadeira de rodas no final do FC Porto B-Benfica B (1-0) na Premier League International Cup, em Londres, na quarta-feira, está a gerar grande indignação e uma onda de solidariedade nas redes sociais.

Leonardo, portador de uma doença rara, viveu um momento inesquecível no final do jogo, depois de o guarda-redes portista Gudiño lhe oferecer a camisola. Contudo, quando abandonava o estádio, foi ‘assaltado’, alegadamente por adeptos afetos ao Benfica, que lhe levaram um cachecol e a camisola dos azuis-e-brancos. A mãe do menino deu conta do sucedido através do Facebook, em que anunciou que vai apresentar queixa às autoridades, num ‘post’ que gerou a revolta entre os internautas. A situação teve eco no ‘Dragões Diário’, boletim oficial do FC Porto, que se referiu a um "incidente lamentável protagonizado por adeptos do Benfica, uns valentões que roubaram um menino portista em cadeira de rodas". A indignação alastrou-se a Cândido Costa, antigo jogador dos dragões, que se disponibilizou para dar a "última camisola" que guardou do FC Porto ao "campeão Leonardo".

Este incidente está a gerar preocupações de segurança entre as claques de Benfica e FC Porto para o clássico de dia 12.
Benfica futebol criança roubo FC Porto doença rara Premier League International Cup Londres
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)