Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Rúben Amorim vai ganhar três milhões por ano no Sporting

Leões pagam dez milhões ao Sp. Braga pela rescisão.
Secundino Cunha 4 de Março de 2020 às 01:30
Rúben Amorim terá como missão chegar, pelo menos, ao terceiro lugar, agora ocupado pelos bracarenses
Rúben Amorim terá como missão chegar, pelo menos, ao terceiro lugar, agora ocupado pelos bracarenses FOTO: Movephoto
Rúben Amorim assume esta quarta-feira o comando técnico do Sporting, assinando um contrato que contempla um salário a rondar os três milhões de euros brutos por ano. Para garantir o até agora treinador do Sp. Braga, Frederico Varandas vai pagar aos minhotos os dez milhões de euros da cláusula de rescisão.

Ao que o Correio da Manhã apurou, o presidente leonino quis resolver este assunto no imediato, evitando que Amorim pudesse mudar de ideias e voltar para o Estádio da Luz. É que, desde que foi conhecido o interesse do Sporting, Luís Filipe Vieira realizou vários contactos com o até agora técnico do Sp. Braga, embora não tenha avançado com qualquer proposta concreta.

O processo vai ser definido esta quarta-feira, devendo Frederico Varandas insistir junto de António Salvador no sentido de aceitar a colocação de um ou dois jogadores no negócio. É o caso de Palhinha, que está em Braga por empréstimo dos sportinguistas.

Assumindo esta quarta-feira, Ruben Amorim será o sexto treinador dos leões em menos de um ano e meio de presidência de Frederico Varandas. Terá por missão imediata levar a equipa de Alvalade ao terceiro lugar da Liga, de onde a destronou, precisamente ao serviço do Sp. Braga.

Mais um treinador sem o famoso nível quatro
Custódio, que orienta os juvenis do Sp. Braga, deve ser promovido a treinador da equipa principal. Será mais um técnico na Liga portuguesa sem o famoso nível quatro.

Silas confirma saída após derrota
"Foi o meu último jogo pelo Sporting. Quero agradecer a oportunidade que me foi dada para aprender muitas coisas que nunca iria aprender." Foi desta forma que Jorge Silas confirmou a saída dos leões, após a derrota com o Famalicão por 3-1.

"A decisão foi tomada após a derrota na Turquia e sexta-feira a continuidade já era irreversível", disse, considerando que o clube já deve pensar na "próxima época" e que "Rúben Amorim vai precisar de muita ajuda".
Jorge Silas Rúben Amorim Sp. Braga Sporting Frederico Varandas Braga Liga desporto futebol eventos desportivos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)