CGTP acusa Finanças de travar contratação nos transportes públicos

Arménio Carlos acusa Ministério das Finanças de impedir aquisão de materiais.
Por Lusa|28.11.17
  • partilhe
  • 2
  • +
O secretário-geral da CGTP acusou esta terça-feira o Ministério das Finanças de colocar sistematicamente "um travão" à contratação de pessoal e à aquisição de material para "pôr navios e comboios a circular", dizendo que "assim não dá".

"O que sentimos, nalguns casos, é um travão que sistematicamente é colocado pelo Ministério das Finanças, a propostas que são feitas para a contratação de pessoal, para a aquisição de materiais para pôr navios e comboios a circular, e assim sucessivamente. E assim não dá. Foi isto que viemos dizer ao senhor ministro do Ambiente", afirmou Arménio Carlos à agência Lusa, após uma reunião em Lisboa com o ministro João Pedro Matos Fernandes, que tutela a pasta dos transportes urbanos de Lisboa e Porto.

Reconhecendo "que o legado que o anterior Governo deixou foi mau, porque degradou de forma significativa as empresas ao longo dos tempos", o líder da CGTP defende, contudo, que é chegado o momento de haver mais exigência e, acima de tudo, "[de ser] mais afirmativos do ponto de vista de se ir mais longe na resposta aos problemas" das populações.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!