Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Novos vinhos do Alentejo

A Adega Cooperativa de Borba colocou no mercado sete novos vinhos, entre os quais a colecção de monovarietais e bivarietais de 2004.
7 de Novembro de 2005 às 00:00
Adega de Borba aposta em novos mercados
Adega de Borba aposta em novos mercados FOTO: d.r.
Uma fonte da empresa explicou à Lusa que os monovarietais têm as castas Syrah e Touriga Nacional (tintos). Os bivarietais contêm as seguintes castas: Antão Vaz e Arinto (branco); Cabernet Sauvignon e Syrah (tinto); Tinta Caiada e Pinot Noir (tinto); Trincadeira e Alicante Bouschet (tinto).
A Adega Cooperativa de Borba, que está a comemorar o cinquentenário, lançou e promoveu os vinhos na cidade chinesa de Taizou, perto de Xangai, no passado dia 4.
Os vinhos portugueses são apreciados na China, país que começa a ter uma classe com forte poder de compra. Aliás, são várias as empresas vinícolas portuguesas que vêem o mercado chinês como um bom destino do néctar de Baco produzido em Portugal.
A Adega Cooperativa de Borba tem 320 viticultores que cultivam uma área de vinha de 2200 hectares (65 por cento com uvas tintas e 35 por cento com uvas brancas) nos concelhos de Borba, Estremoz e Vila Viçosa.
Fundada em 1955, a Adega Cooperativa de Borba foi a primeira a nascer no Alentejo. Este ano, a empresa deve atingir um volume de negócios de 16 milhões de euros.
Outra novidade da Adega é a produção do primeiro vinho licoroso tinto, já no mercado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)