Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

PORQUE ESTAMOS TÃO POBRES MINISTRA?

A ministra da Finanças vai dar hoje uma aula aos alunos de Economia do 10.º, 11.º e 12.º anos, da Escola Secundária Ibn Mucana em Alcabideche.
Manuela Ferreira Leite enfrentará três turmas de jovens, que prometem perguntar tudo “sem papas na língua”.
21 de Maio de 2003 às 00:00
A responsável pela pasta das Finanças deverá centrar a sua intervenção nas consequências para Portugal do alargamento da União Europeia, prevendo-se ainda que ensine os alunos a elaborar um Orçamento de Estado e dê algumas indicações sobre a forma como se controlam as contas do País.
A seguir à intervenção da minstra espera-se um debate, no qual os alunos ‘têm carta branca’ para perguntar o que quiserem a Manuela Ferreira Leite.
Com esta iniciativa, a escola espera cultivar o interesse dos alunos pela realidade social, política e económica do País.
Problemas do País
O professor de Economia, Luís Ferreira e a professora de Introdução ao Direito, Helena Cardial foram os promotores desta ideia. “Achamos que fomentar o contacto dos alunos com os responsáveis políticos é uma boa forma de lhes chamar a atenção para os problemas do País “, afirma Luís Ferreira.
A Escola Ibn Mucana tem cerca 785 alunos, distribuídos por 37 turmas e 105 docentes.
O Pedro, 18 anos, aluno do 12ºano de Artes, lamenta não poder ir, mas afirma que se fosse de Economia e participasse no debate, ia alertar a ministra “para a situação económica do País e perguntava-lhe até quando esta situação ia durar”.
Este tipo de iniciativas são vulgares na Escola Ibn Mucana, que já recebeu Cavaco Silva e António Guterres. “Gostamos de promover estas iniciativas, para não serem sempre os professores a darem as aulas. Para além de dar motivação aos alunos e estabelecer proximidade entre estes e as figuras políticas, Luís Ferreira pensa que é muito “ importante para a escola receber figuras públicas importantes”.
entre as melhores
Na tabela das escolas, a Escola Ibn Mucana encontra-se em segundo lugar entre as melhores escolas públicas do concelho de Cascais.
Das 37 turmas da escola, existe uma muito particular, na medida em que é leccionada no Estabelecimento Prisional do Linhó “. Temos um protocolo com os Estabelecimento Prisional do Linhó para dar aulas aos reclusos”, afirma a directora da escola, Teresa Lopes.
Sete professores da escola dão todos os dias aulas de Francês, Português, História, Economia, Geografia e área interdisciplinar, aos alunos do estabelecimento prisional do Linhó.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)