Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
9

Amiga de Rui Costa espancada por vingança

Sandra Isabel é ex-namorada e próxima do director do Benfica. Foi deixada a morrer, num cenário que aponta para encomenda.
26 de Novembro de 2010 às 00:30
Ex-jogador acompanha com preocupação a  situação clínica grave da ex-namorada e foi uma visita frequente no Hospital Amadora-Sintra
Ex-jogador acompanha com preocupação a situação clínica grave da ex-namorada e foi uma visita frequente no Hospital Amadora-Sintra FOTO: Vítor Mota

Paixão da infância e adolescência de Rui Costa, Sandra Isabel foi a primeira namorada do director do Benfica. Ambos viviam na Damaia, Amadora, e até hoje mantêm uma relação de grande proximidade. A hospedeira da TAP ainda lá mora. E foi ali, no seu apartamento, que há duas semanas acabou brutalmente espancada, por dois homens que terão sido contratados – num cenário que a polícia acredita ser de vingança. Sandra Isabel foi deixada às portas da morte, em coma, e até ontem esteve internada no Hospital Amadora-Sintra, onde o ex-jogador a foi visitar.

A forma como ocorreu o crime e outros dados já recolhidos levam a investigação no sentido da "encomenda, por motivos passionais".

Só os dois telemóveis da vítima foram levados. Fontes policiais afastam o roubo como móbil do crime – e o facto de se terem concentrado nos aparelhos leva a uma interpretação: "O objectivo era saber com quem e de que forma a vítima se correspondia, em chamadas e por mensagens, e apagar os vestígios das ameaças que aquela possa ter recebido por SMS".

Sandra Isabel, 36 anos, estava sozinha em casa no dia 11, quinta-feira. Tocaram à campainha e taparam o óculo da porta com um ramo de flores. A vítima abriu, foi atingida nos olhos com gás-pimenta – o que não a deixou fixar o rosto dos agressores –, e depois foi espancada de forma selvática, com socos e pontapés pelo corpo.

Sandra entrou no Amadora-Sintra entre a vida e a morte, às 12h20 de dia 11 – só dias depois saiu de coma. Sofreu complicações graves, sobretudo ao nível do fígado e do baço – e teve de ser operada várias vezes. Só ontem teve alta, mas está longe de recuperar. O seu estado clínico é acompanhado a par e passo por Rui Costa, 38 anos, e pelos pais, que mantêm uma papelaria na Damaia e conhecem a amiga do filho desde sempre.

O crime está a chocar amigos e colegas da TAP, onde Sandra é hospedeira de longo curso. Conhecem a sua vida – e também eles apontam no mesmo sentido que a polícia.

"O QUE SE PASSOU É LAMENTÁVEL"

"Conheço a Sandra há muitos anos. É lamentável o que se passou, mas sei que está a recuperar e isso é o mais importante", disse ontem Rui Costa ao CM.

O director desportivo do Benfica está em fase de separação da mulher, Rute, com quem casou há 17 anos. Têm dois filhos menores – rapazes de 10 e 15 anos – e vivem em Alfragide, Amadora, desde que Rui Costa regressou de Itália (jogou na Fiorentina e AC Milan) ao Benfica, em 2006, ainda como jogador. A partir daí a relação do casal terá entrado numa fase de frieza.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)