Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
7

Homem queima brinquedos sexuais da namorada por ciúmes

Mulher sai com as amigas e namorado decide castigá-la.
12 de Maio de 2018 às 12:36
Punho cerrado
Punho cerrado FOTO: Getty Images
Luke Hicks, de 24 anos, é um homem ciumento que não aguentou ver a namorada sair com as amigas e passar a noite fora.

O jovem decidiu então tomar medidas e queimar os dois brinquedos sexuais favoritos da companheira: dois vibradores no valor de 74 euros.

De acordo com as alegações do tribunal, o homem tinha bebido cerca de 15 cervejas, vodka e champanhe antes de ir para o apartamento da namorada quando se deu conta que esta tinha saído com as amigas. 

Furioso, Luke encontrou os brinquedos numa cómoda e pegou-lhes fogo. Danielle, de 23 anos, chegou a casa e ficou escandalizada ao ver os brinquedos e o armário destruídos.  

O procurador Vaughan Pritchard-Jones afirma que Danielle o expulsou de casa e este passou os nove dias que se seguiram a implorar-lhe que o perdoasse. Após os nove dias, o homem passou a enviar mensagens abusivas o que levou a então ex-namorada a apresentar queixa por assédio. 

Após a queixa, Hicks não deveria aproximar-se de Danielle ou incomodá-la, mas continuou a enviar mensagens ameaçadoras. 

Já em tribunal o homem admitiu os crimes de danos pessoais e assédio. O advogado Mike Kelleher alegou que Luke estava demasiado bêbedo e que continuou a enviar mensagens porque a mulher não "bloqueou o número". 

"Aos seus olhos, como ele não foi bloqueado, viu um vislumbre de esperança", argumentou o advogado. 

O tribunal ordenou que Luke pagasse 74 euros pelos vibradores, 135 pela gaveta e 249 pelos danos. 

Pelo assédio e custos envolvidos no processo, o homem foi ainda multado em 532 euros e terá de se manter longe da vítima durante dois anos - período da restrição. 
Luke Hicks Danielle Vaughan Pritchard-Jones Mike Kelleher advogado
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)