Barra Cofina

Correio da Manhã

Insólitos
2

Marido perdoa esposa que o esfaqueou 22 vezes em ataque de ciúmes

Filho do casal escondeu as facas usadas no crime, para proteger a mãe.
Correio da Manhã 16 de Março de 2021 às 12:57
Kevin perdoou Joanne
Kevin perdoou Joanne FOTO: Direitos Reservados/Facebook

Um homem perdoou a esposa mesmo depois de ela o ter esfaqueado 22 vezes devido a um ataque de ciúmes e raiva, em Inglaterra.

Joanne Singleton deixou o marido, Kevin, a lutar pela vida depois de desconfiar que ele a andava a trair com outra mulher. Tentou matar o marido, mas sem sucesso, porque o homem acabou por sobreviver aos ferimentos.

A sentença foi ouvida esta segunda-feira em tribunal e o jornal britânico The Daily Mirror apurou que depois de esta o ter esfaqueado, o filho Fox, de 22 anos, escondeu as facas usadas no crime para proteger a mãe, mas acabou por chamar a ambulância, dizendo que o pai estava deitado no chão com ferimentos na cabeça e um furo nas costas.

Quando as autoridades chegaram a casa de Kevin, Fox estava no jardim, calmo e a jogar à bola. Quando questionado, o jovem disse que tinha acabado de encontrar Kevin e que não fazia ideia do que tinha acontecido. No entanto foi visto com sangue na roupa, o que provocou alguma desconfiança por parte das autoridades.

Kevin foi levado de helicóptero para o hospital e as autoridades de investigação revistaram a casa e acabaram por encontrar um cabo de uma faca.

"Achei que era ela com quem eu iria passar o resto da minha vida. Eu não posso esquecer aquele dia, mas eu perdoo-a, porque eu a amo", confessou Kevin em tribunal, citado pelo The Daily Mirror.

A mulher partiu em defesa do filho, que foi acusado de encobrir o crime. "Ele apenas me protegeu. Eu não queria matá-lo, só queria causar-lhe dor".

Joanne Singleton foi condenada a seis anos e oito meses de prisão por tentativa de homicídio. Já o filho, Fox Singleton, foi condenado a uma pena suspensa de oito meses por ser acusado de assistir ao crime.

Joanne Singleton Kevin Inglaterra Fox The Daily Mirror crime lei e justiça crime tribunal punição / sentença
Ver comentários