Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Airbus vai deixar de fabricar o maior avião de passageiros do mundo

Medida acontece após a Emirates ter alterado encomenda, trocando o gigante dos ares por modelos mais pequenos.
Lusa 14 de Fevereiro de 2019 às 07:38
A carregar o vídeo ...
Avião gigante 'descansa' em Beja até voltar aos céus
O grupo europeu Airbus anunciou esta quinta-feira que vai deixar de fabricar o avião A380 em 2021. Cai assim por terra o projeto do maior avião avião comercial do mundo, que chega a transportar 544 passageiros na sua versão de maior capacidade.

A decisão do construtor europeu surge depois do seu principal cliente, a Emirates, ter alterado parte da sua encomenda pelos modelos A330-900 e A350-900.

A Emirates, que, de acordo com as encomendas até agora deveria ter recebido um total de 162 A380, vai comprar apenas 123, tendo assinado um novo contrato com a Airbus para adquirir 40 A330-900 e 30 A350-900.

Em comunicado, o CEO da Airbus, Tom Enders, explicou que como resultado dessa decisão, não existe "uma carteira de pedidos substancial do A380 e, portanto, não há base para apoiar a produção do A380, apesar de de todos os esforços de vendas" realizadas com outras companhias aéreas nos últimos anos.

"Isso leva-nos a finalizar as entregas do A380 em 2021", concluiu Enders.

O avião da Airbus resulta de um projeto de cerca de duas décadas de desenvolvimento. O primeiro A380 a operar entrou ao serviço da Singapore Airlines em 2007 e, a 31 de dezembro de 2018, estavam a voar 234 aviões.

O gigante dos ares aterrou pela primeira vez em Portugal em julho de 2018, no aeroporto de Beja.
Airbus A380 CEO Emirates Tom Enders A330-900 A350-900 economia negócios e finanças Informação sobre empresas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)