Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Ativista chinesa que divulgou informações sobre Covid-19 em Wuhan arrisca cinco anos de prisão

Zhang Zhan, ex-advogada de 37 anos, foi detida há seis meses após relatar o surto na cidade chinesa.
Correio da Manhã 16 de Novembro de 2020 às 18:33
Ativista chinesa que divulgou informações sobre Covid-19 em Wuhan arrisca cinco anos de prisão
Ativista chinesa que divulgou informações sobre Covid-19 em Wuhan arrisca cinco anos de prisão FOTO: Direitos Reservados
Uma ativista chinesa de 37 anos foi presa há seis meses por ter relatado e espalhado informações sobre o surto de Covid-19 em Wuhan na China. Agora, foi  Zhang corre o risco de ser condenada a cinco anos de prisão por "espalhar informações falsas", segundo a acusação. Zhang Zhan, ex-advogada, foi presa após divulgar informações sobre o surto do novo coronavírus na cidade chinesa onde o vírus se terá propagado inicialmente. Está desde maio no centro de detenção de Xangai.

A ativista foi acusada de "causar problemas", uma acusação frequente usada pela China para calar os críticos e ativistas que relatavam os casos nas redes sociais. A acusação diz que Zhang Zhan divulgou informações falsas através de texto, vídeo e outros meios através da Internet e redes sociais como We Chat, Twitter e Youtube. Zhang Zhan também deu entrevistas a vários meios internacionais.

Uma Organização de Defensores dos Direitos Humanos na China revelou que os relatório de Zhang continham ainda informações sobre outros repórteres independentes que estariam a ser detidos.

A ativista estará em greve de fome desde setembro e um dos seus advogados de defesa já foi retirado do caso, revelou uma reportagem da Radio Free Asia.

Zhang tinha já um historial de detenções na China por expressar apoio a ativistas em Hong Kong.
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários