Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Ativista Greta Thunberg comparada com rapariga ariana de cartaz de propaganda nazi

Apoiante de Donald Trump diz que não existe aquecimento global e que não passa de uma manobra política.
Correio da Manhã 23 de Setembro de 2019 às 09:28
Ativista Greta Thunberg comparada com rapariga ariana em cartaz de propaganda nazi
Greta Thunberg
Greta Thunberg chega a Nova Iorque após viagem alternativa
Greta Thunberg chega a Nova Iorque após viagem alternativa
Ativista Greta Thunberg comparada com rapariga ariana em cartaz de propaganda nazi
Greta Thunberg
Greta Thunberg chega a Nova Iorque após viagem alternativa
Greta Thunberg chega a Nova Iorque após viagem alternativa
Ativista Greta Thunberg comparada com rapariga ariana em cartaz de propaganda nazi
Greta Thunberg
Greta Thunberg chega a Nova Iorque após viagem alternativa
Greta Thunberg chega a Nova Iorque após viagem alternativa
Dinesh D'Souza, um comentador político que alega que o aquecimento global não existe, comparou a ativista Greta Thunberg - a jovem de 16 anos que tem agitado o mundo pela luta pelo clima - com uma rapariga num cartaz de propaganda nazi dos anos 30. 

O cineasta de extrema-direira fez essa obervação, para muitos considerada ofensiva, numa publicação no seu Twitter este domingo onde colocou Greta ao lado de uma imagem dos anos 30 de uma jovem que representava o conceito de raça ariana. 

"Crianças - principalmente meninas brancas nórdicas com tranças e bochechas vermelhas - eram frequentemente usadas na propaganda nazi", escreveu D'Souza. 

"Uma técnica antiga de Goebbels [político alemão e Ministro da Propaganda na Alemanha Naz entre 1933 e 1945]! Parece que a esquerda progressiva de hoje ainda usa o mesmo método da esquerda na década de 1930", acrescentou ainda. 

Greta Thunberg foi notícia esta semana ao inspirar milhões de pessoas a sair às ruas num manifesto de luta pelo clima. 

Antes da greve, a sueca de 16 anos criticou a decisão do presidente Donald Trump de retirar os Estados Unidos do Acordo de Mudança Climática de Paris no início de seu mandato.

D'Souza é um dos mais leais apoiantes de Trump. Em maio de 2018 foi perdoado pelo presidente norte-americano por fazer contribuições ilegais em campanhas em 2012.

O comentador sempre rejeitou que existisse aquecimento global alegando que se trata de uma manobra política orquestrada pela esquerda.


Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)