Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Bolsonaro ataca imprensa e diz que jornalistas "são raça em extinção"

Presidente do Brasil confirmou que mandou cancelar as assinaturas de todos os jornais e revistas no palácio presidencial.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 6 de Janeiro de 2020 às 18:42
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro FOTO: Reuters

Num novo ataque à imprensa, um dos alvos preferenciais da sua raiva, o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, afirmou esta segunda-feira que os meios de informação na verdade desinformam as pessoas. E disparou que os jornalistas são uma espécie em vias de extinção, porque cada vez menos pessoas acreditam no que eles dizem.

"Vocês são uma espécie em extinção. Eu acho que vou botar os jornalistas do Brasil vinculados ao Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Renováveis). Vocês são uma raça em extinção", afirmou Bolsonaro ao grupo de jornalistas que, como todos os dias, o esperava à saída do Palácio da Alvorada (a residência oficial em Brasília), ironizando o facto de o Ibama ter entre as suas funções a preservação de espécies da flora e da fauna em risco de extinção.

O presidente criticou em seguida uma reportagem do site de notícias UOL, do grupo Folha de S. Paulo, que o acusou de usar dinheiro público do fundo eleitoral para a sua campanha a deputado federal em 2014, apesar de se dizer contrário à existência desse fundo. E afirmou que, por causa de notícias como essa, cada vez menos pessoas acreditam na imprensa.

"É uma imbecilidade. Esse tipo de informação atrapalha todos vocês. Cada vez mais gente não confia em vocês", continuou o governante.

Bolsonaro ainda confirmou que mandou cancelar as assinaturas de todos os jornais e revistas no palácio presidencial. Segundo ele, o conteúdo dos media que chegavam ao palácio estava envenenado com notícias mentirosas.

"Por exemplo, eu cancelei todos os jornais do Palácio do Planalto (sede da presidência). Todos, todos, não recebo mais papel de jornais ou revistas. Quem quiser que vá comprar. Porque envenena a gente ler jornal, chega envenenado", completou Bolsonaro, que parece repetir em 2020 a mesma trilha de 2019, quando fez um ataque à imprensa a cada três dias.
Jair Bolsonaro Ibama política economia negócios e finanças
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)