Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Bolsonaro nega acordo com Moro para que ex-juiz aceitasse ser ministro da Justiça

Presidente brasileiro afirmou que pretende honrar um "compromisso" firmado com Sergio Moro e indicá-lo para o STF quando surgir a primeira vaga.
Lusa 17 de Maio de 2019 às 03:27
Sérgio Moro
Juiz Sérgio Moro
Juiz Sérgio Moro
O juiz brasileiro Sérgio Moro
Sérgio Moro
Juiz Sérgio Moro
Juiz Sérgio Moro
O juiz brasileiro Sérgio Moro
Sérgio Moro
Juiz Sérgio Moro
Juiz Sérgio Moro
O juiz brasileiro Sérgio Moro

O Presidente brasileiro afirmou na quinta-feira que não efetuou nenhum acordo com Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, para que este aceitasse o cargo no Governo em troca de um futuro cargo no Supremo Tribunal Federal.

"Quero deixar bem clara a questão do Moro no Supremo Tribunal Federal [STF]. Quem me acompanhou ao longo de quatro anos pelos Brasil sabe que eu sempre falava. Que precisamos de alguém no Supremo com o perfil do Sérgio Moro. Foi isso que foi falado. E agora, por exemplo, perguntaram-me quem é que eu indicaria hoje para o Supremo, eu indicaria o Moro. Não existiu nenhum acordo, nada", afirmou Jair Bolsonaro, numa transmissão em direto na sua página na rede social Facebook.

No fim de semana, Bolsonaro afirmou que pretende honrar um "compromisso" firmado com Sergio Moro e indicá-lo para o STF quando surgir a primeira vaga.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)