Brasil decide manter militares na fronteira com a Venezuela até final de abril

Presença das tropas deve-se ao "quadro atual de instabilidade na segurança pública de Roraima, em virtude da crise migratória e no sistema prisional".
Por Lusa|13.02.19
  • partilhe
  • 0
  • +

O Governo brasileiro decidiu manter até final de abril a presença de tropas federais no estado de Roraima, na fronteira com a Venezuela, para reforçar a segurança após a chegada de milhares de venezuelanos.

A decisão foi tomada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública no Brasil e publicada na terça-feira no Diário Oficial da União, e surgiu em resposta a um pedido do governo regional, que pediu a continuidade dos militares por mais 60 dias, um prazo que será contado a partir de 27 de fevereiro.

De acordo com o texto publicado, a presença das tropas deve-se ao "quadro atual de instabilidade na segurança pública de Roraima, em virtude da crise migratória e no sistema prisional".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!