Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

China suspende voos diretos a partir de Portugal após detetar sete casos Covid-19 a bordo

Ligação aérea passa a estar suspensa, por duas semanas, a partir de 31 de maio.
Lusa 27 de Maio de 2021 às 07:26
Passageira no aeroporto
Passageira no aeroporto FOTO: Getty Images
As autoridades chinesas anunciaram hoje a suspensão da ligação aérea entre Portugal e a China, por um período de duas semanas, após detetarem sete casos de covid-19, em 14 de maio, num voo oriundo de Lisboa.

Em comunicado difundido no seu portal oficial, a Administração de Aviação Civil da China informou que o voo entre Lisboa e a cidade chinesa de Xi'an, operado pela companhia aérea Beijing Capital Airlines, passa a estar suspenso a partir de 31 de maio.

"Após o período de suspensão, a operação pode ser retomada, com a frequência de um voo por semana", lê-se na mesma nota.

O país asiático, onde a covid-19 surgiu em dezembro, foi o primeiro a conter o surto, pelo que passou a temer uma ressurgência devido aos casos oriundos do exterior, sobretudo chineses que tentam regressar ao país.

As autoridades chinesas reduziram as ligações aéreas com o exterior, no final de março do ano passado, à medida que o novo coronavírus se alastrou pelo mundo.

A Beijing Capital Airlines retomou, no final de agosto passado, o voo entre Portugal e a China.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.487.457 mortos no mundo, resultantes de mais de 167,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.022 pessoas dos 846.434 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários