Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Descarrilamento de comboio mata seis nos EUA

Ainda não são conhecidas as causas do descarrilamento.
13 de Maio de 2015 às 08:17
O comboio que descarrilou é um Amtrak onde viajavam 240 pessoas
O comboio que descarrilou é um Amtrak onde viajavam 240 pessoas FOTO: Bryan Woolston/Reuters

Pelo menos seis pessoas morreram e outras 59 ficaram feridas no descarrilamento de um comboio em Filadélfia, Estados Unidos, revelou o líder do município Michael Nutter.

O comboio que descarrilou é um Amtrak onde viajavam 240 pessoas na ligação entre Washington e Nova Iorque e as imagens das televisões norte-americanas mostraram vários vagões tombados em consequência do acidente.

Entre os feridos há cinco pessoas em estado crítico e os restantes 53 não inspiram grandes cuidados, explicou Michael Nutter em conferência de imprensa.

O líder municipal disse ainda que as autoridades já abriram uma investigação, mas que não são ainda conhecidas as causas do descarrilamento.

Encontrada caixa negra
Esta quarta-feira, as equipas de investigação recuperaram a caixa negra do comboio, mas as causas do acidente ainda não são conhecidas.

O acidente fez pelo menos seis mortos, segundo um balanço provisório, a bordo do comboio estavam 243 pessoas. As autoridades indicaram que mais de duzentas foram transportadas para o hospital.

A caixa negra do comboio foi transportada para um laboratório em Delaware (leste), onde será submetida a testes.

O presidente do conselho de administração da empresa de caminhos-de-ferro pública Amtrak, Anthony Coscia, assumiu o compromisso de realizar uma "investigação profunda", acrescentando que a companhia está "profundamente entristecida" com esta tragédia.
 
Comboio em excesso de velocidade
Na sua conta oficial na rede social Twitter, a Junta Nacional de Segurança no Transporte [NTSB, sigla em inglês], indica que os "dados preliminares" indicam que o comboio, que circulava entre Washington e Nova Iorque, ia a uma velocidade superior a 160 quilómetros por hora, o dobro daquela que é permitida no troço onde ocorreu o acidente.

Maquinista tentou travagem de emergência
O maquinista do comboio fez uma travagem de emergência pouco antes de entrar na curva com uma velocidade superior a autorizada, disse um responsável pela investigação.

"Aproximadamente às 21h21 (02h21 em Lisboa), quando o comboio iniciou uma curva à esquerda, descarrilou. Momentos antes do descarrilamento, o maquinista realizou uma travagem de emergência", disse Robert Sumwalt, da agência federal para a investigação de acidentes no setor dos transportes.

Filadélfia Estados Unidos acidente ferroviário desarrilamento comboio
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)