Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Coreia do Norte diz que bombardear os EUA se tornou "inevitável"

Ministro coreano faz novas ameaças e chama a Trump "Presidente do Mal".
J.C.M. 24 de Setembro de 2017 às 00:07
 Ri Yong-ho, ministro dos negócios estrangeiros da Coreia do Norte
Kim Jong-un
Donald Trump
Kim Jong-un supervisiona lançamento de mísseis coreanos
Bombardeiro B1 americano voa ao lado de dois caças F-15 da Coreia do Sul
 Ri Yong-ho, ministro dos negócios estrangeiros da Coreia do Norte
Kim Jong-un
Donald Trump
Kim Jong-un supervisiona lançamento de mísseis coreanos
Bombardeiro B1 americano voa ao lado de dois caças F-15 da Coreia do Sul
 Ri Yong-ho, ministro dos negócios estrangeiros da Coreia do Norte
Kim Jong-un
Donald Trump
Kim Jong-un supervisiona lançamento de mísseis coreanos
Bombardeiro B1 americano voa ao lado de dois caças F-15 da Coreia do Sul
A ministro dos Negócios Estrangeiros Coreia do Norte anunciou este sábado que é inevitável atingir o território americano com os seus mísseis, depois de Donaldo Trump, que Ri Yong Ho qualifica como "Sr. Presidente do Mal" (Mr Evil President) ter chamado 'homem foguete' (Rocket Man) a Kim Jong Un.

A declaração do chefe de diplomacia norte coreana aconteceu na Assembleia-Geral da ONU surge poucas horas depois de o Pentágono ter anunciado que um bombardeiro americano voou muito perto da fronteira sul do país asiático, numa clara demonstração de força.

Os líderes dos dois países têm escalado a troca de insultos. Trump chamou "lunático" a kim Jong-un e este respondeu qualificando Trump como "uma pessoa mentalmente perturbada, cheia de megalomania e complacência", que embarcou numa "missão suicida". 

O ministro coreano também embarco una mesma retórica do insulto, ao dizer que "O presidente do Mal ocupa o lugar do Presidente dos Estados Unidos". Ri avisa que a Coreia está "a apenas alguns passos de completar o programa nuclear do Estado".

Depois de discursar Ri Yong Ho reuniu-se com António Guterres, secretário-geral da ONU. A Reuters relata que o português expressou a sua preocupação pela escalada de tensão na península coreana.


Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)