Dentista mata amigo depois de "ouvir vozes"

Homicida roubou arma a um amigo polícia.
11.03.18

Um dentista brasileiro matou um amigo e feriu outro, no Rio de Janeiro, porque "ouviu vozes" que lhe diziam para os matar.

De acordo com o site brasileiro Extra, o crime aconteceu dentro de um carro no Bairro de Santa Rosa, em Niterói, pelas 5h20, horas locais, quando cinco amigos voltavam de uma festa de um bairro vizinho.

O condutor terá estacionado o carro em frente ao apartamento e foi trocar de roupa. Quando voltou, Gilberto Gomes tinha roubado a arma a um polícia que viajava no mesmo carro e atirado contra dois dos amigos. Segundo várias testemunhas, o dentista garantiu que "ouviu vozes" a dizer que devia matá-los a todos.

Um dos homens atingidos morreu no local e o outro, que foi atingido na cabeça, foi transportado para o hospital onde permanece em estado grave.

O homicida foi levado para a esquadra onde foi submetido a um exame toxicológico para verificar se tinha vestígios de droga no sangue. Além disso, as autoridades também estão a investigar se Gilberto Gomes terá sofrido um surto psicótico.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!