Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Deputados e ministros sob suspeita no Brasil

Lista do procurador Rodrigo Janot tem dezenas de nomes e inclui aliados de Temer.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 14 de Março de 2017 às 08:42
Eliseu Padilha (à direita) é considerado o braço-direito do presidente Temer
Michel Temer
Eliseu Padilha (à direita) é considerado o braço-direito do presidente Temer
Michel Temer
Eliseu Padilha (à direita) é considerado o braço-direito do presidente Temer
Michel Temer
Dezenas de deputados, ministros e até juízes do Tribunal de Contas estão na nova lista de suspeitos de corrupção que o procurador-geral brasileiro Rodrigo Janot se preparava para entregar ontem ao Supremo Tribunal Federal.

Entre os nomes mais sonantes na lista estarão, avança a imprensa brasileira, os de Eliseu Padilha, ministro da Casa Civil e braço-direito do presidente Michel Temer, e de Moreira Franco, ministro da Secretaria-Geral da Presidência e também considerado muito próximo do chefe de Estado.

A lista inclui ainda os senadores Renan Calheiros e Romero Jucá, este último ex-ministro de Temer e atual líder do governo no Congresso, além de antigos governantes como o ex-presidente Lula da Silva e António Palloci, preso desde setembro. Ao todo, Janot deve pedir a instauração de 80 investigações contra quase 200 políticos, pois várias ações têm mais de um suspeito.

Uma primeira lista de suspeitos com os nomes de 49 políticos foi apresentada por Janot em março de 2015. Até agora, no entanto, só cinco desses suspeitos foram constituídos arguidos pelo Supremo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)