Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Encontrada vala comum com 14 crânios humanos na Venezuela

As autoridades investigam a identidade das vítimas, desconhecendo-se quando foram assassinadas.
Lusa 4 de Agosto de 2018 às 01:55
Fóssil de um crânio
Crânios
Fóssil de um crânio
Crânios
Fóssil de um crânio
Crânios
As autoridades venezuelanas encontraram uma vala comum com 14 crânios humanos, numa zona mineira do Estado de Bolívar (no sul do país), nas proximidades da mina El Salto, em El Callao.

A vala foi encontrada por mais de duas centenas de funcionários de vários organismos, no âmbito de uma operação de combate à exploração mineira ilegal que que teve lugar nas proximidades do local e onde pouco antes um grupo de criminosos trocou tiros com a polícia.

Na operação participaram funcionários do Exército, da Brigada de Ações Especiais do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (CICPC, antiga Polícia Técnica Judiciária), da Força de Ações Especiais e da Polícia Nacional Bolivariana.

As autoridades investigam a identidade das vítimas, desconhecendo-se quando foram assassinadas.

Segundo a imprensa local, têm havido denúncias de que grupos armados do subversivo Exército de Libertação Nacional (ELN) da vizinha Colômbia têm atacado os mineiros durante a noite.

Com frequência, a imprensa venezuelana divulga notícias de assassinatos de garimpeiros.

Apesar de ser considerado perigoso, nos últimos meses, venezuelanos de vários Estados do país têm viajado para o sul, para trabalharem temporariamente nas minas, com o propósito de conseguir fazer dinheiro suficiente para emigrar para outros países.

Em fevereiro último, a população local denunciou que o Exército venezuelano massacrou 17 homens e uma mulher, na mina Cicapra, de Guasipati.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)