Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Epidemia de vírus Zika alarma o Rio

Verão aumenta proliferação do mosquito que transmite a doença.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 21 de Dezembro de 2015 às 09:40
Confirmados 419 casos desde outubro
Confirmados 419 casos desde outubro FOTO: DR

As autoridades de Saúde do Rio de Janeiro estão alarmadas com a possibilidade de enfrentarem, em 2016, a maior epidemia de vírus Zika da história. A situação deverá agravar-se no verão, que começa esta segunda-feira, com o aumento das temperaturas e das chuvas, condições ideais para a proliferação do mosquito aedes eegypti, que transmite a doença.

A Zika é particularmente grave entre as grávidas já que pode provocar microcefalia, uma anomalia na formação do cérebro dos bebés. Só desde outubro foram confirmados 419 casos de Zika no Rio de Janeiro e outros 600 estão sob suspeita. Já o número de casos de microcefalia confirmados é de 66, contra apenas 10 registados em 2014, o que mostra a gravidade da situação. "Hoje já temos um quadro crítico de circulação do mosquito. A situação já é grave e tende a ficar ainda pior", avisa um responsável sanitário.

Rio de Janeiro saúde epidemia verão grávidas bebés mosquito doença
Ver comentários