Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Espião, jihadista e ator porno gay

Serviços de informações criticados por falha de segurança.
Ricardo Ramos 2 de Dezembro de 2016 às 08:37
Espião
Espião FOTO: Getty Images
Um funcionário dos serviços secretos alemães detido por passar informações confidenciais a jihadistas tinha um passado oculto como ator pornográfico gay e radicalizou-se em segredo há dois anos. Apesar disso, passou todas as verificações de segurança e foi contratado pelo BfV, a agência de segurança interna alemã, que agora é alvo de fortes críticas.

Roque M., de 51 anos, começou a trabalhar para a agência em abril. Tinha acesso a informações confidenciais e estava encarregado da vigilância de sites e fóruns islamitas na internet, os mesmos onde foi apanhado em flagrante, no mês passado, a oferecer dados classificados e a voluntariar-se como ‘infiltrado’ para um ataque contra a sede do BfV, em Colónia.

Usava como pseudónimo o nome artístico que usou enquanto ator porno.

Apesar de os seus antecedentes terem sido investigados quando foi contratado, o BfV não detetou sinais de radicalização ou da vida dupla que levava.
Espião jihadista ator porno serviços secretos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)