Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Guardas de cadeia onde Epstein se suicidou foram suspensos

Guardas estavam a dormir e não fizeram rondas.
Ricardo Ramos 15 de Agosto de 2019 às 11:28
Jeffrey Epstein
Centro prisional onde morreu o mediador financeiro
Jeffrey Epstein
Jeffrey Epstein
Jeffrey Epstein
Centro prisional onde morreu o mediador financeiro
Jeffrey Epstein
Jeffrey Epstein
Jeffrey Epstein
Centro prisional onde morreu o mediador financeiro
Jeffrey Epstein
Jeffrey Epstein
Os dois guardas prisionais de serviço no Centro Correcional Metropolitano de Nova Iorque na noite em que o milionário Jeffre Epstein se suicidou foram suspensos e o diretor do estabelecimento prisional foi transferido por suspeita de negligência.

Segundo a imprensa norte-americana, os dois guardas estavam a dormir e não realizaram as rondas obrigatórias pelas celas.

Terão ainda falsificado os registos oficiais para esconder que as rondas não foram feitas. O milionário de 66 anos, que era acusado de tráfico e abuso sexual de dezenas de raparigas menores, foi encontrado morto na sua cela na madrugada de sábado, vítima de um aparente suicídio.

Entretanto, uma das suas vítimas, Jennifer Araoz, atualmente com 32 anos, anunciou a sua intenção de processar as empresas do milionário para garantir o pagamento de uma indemnização pelos abusos que sofreu quando tinha 14 anos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)