Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Incêndios no Canadá já destruíram mais de 300 edifícios

Chamas avançam sem controlo na Colúmbia Britânica.
Lusa 2 de Agosto de 2017 às 10:25
Fogos no Canadá já destruíram 300 casas
Fogos no Canadá já destruíram 300 casas
Imagem aérea mostra nuvem de fumo sobre a Columbia Britânica
Fogos no Canadá já destruíram 300 casas
Fogos no Canadá já destruíram 300 casas
Fogos no Canadá já destruíram 300 casas
Imagem aérea mostra nuvem de fumo sobre a Columbia Britânica
Fogos no Canadá já destruíram 300 casas
Fogos no Canadá já destruíram 300 casas
Fogos no Canadá já destruíram 300 casas
Imagem aérea mostra nuvem de fumo sobre a Columbia Britânica
Fogos no Canadá já destruíram 300 casas
Os incêndios que estão a assolar o oeste do Canadá já consumiram mais de 300 edifícios na Colúmbia Britânica, anunciou esta quarta-feira a proteção civil canadiana.

"As estruturas consumidas pelas chamas incluem 71 casas, 116 anexos como celeiros e armazéns, e três edifícios comerciais", afirmou Robert Turner, da Emergency Management BC.

No entanto falta ainda "identificar 115 outros edifícios", acrescentou o mesmo responsável, em declarações à comunicação social canadiana.

Segundo Robert Turner, os Distritos Regionais Cariboo, Thompson-Nicola, e o Ashcroft Indian Band, foram as áreas afetadas com mais perdas, mas até agora nenhuma infraestrutura crucial foi atingida.

Os incêndios também danificaram ou destruíram cerca de 100 quilómetros das barreiras de proteção das autoestradas ao longo da província, anunciou o governo local.

A área ardida na Columbia Britânica, desde o passado dia 1 de abril, ultrapassa já os 4.260 quilómetros quadrados, em resultado de 840 incêndios.

Na terça-feira, cerca de 3.700 pessoas combatiam os 138 incêndios ao longo da província canadiana, incluído 761 bombeiros provenientes de outras áreas do Canadá e de outros países, nomeadamente da Austrália, dos Estados Unidos e do México.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)